Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 18º

Edição

Queda de plataforma num festival em Vigo teve origem em falha estrutural

A queda de uma plataforma de madeira num festival em Vigo, que fez mais de 300 feridos, terá tido origem numa falha estrutural e não num problema de manutenção, segundo o presidente da Autoridade Portuária de Vigo.

Queda de plataforma num festival em Vigo teve origem em falha estrutural
Notícias ao Minuto

11:44 - 13/08/18 por Lusa

Mundo Autoridades

De qualquer maneira, irá ser realizado nas próximas horas um estudo técnico para esclarecer o que aconteceu e verificar o estado de toda a estrutura, a fim de impedir que algo semelhante possa acontecer novamente, afirmou Lopez Veiga, em declarações à agência espanhola Efe.

O presidente da Autoridade Portuária de Vigo lembrou que o Porto apenas disponibiliza o terreno e que o controle da capacidade corresponde à organização.

A investigação irá determinar a causa do acidente que ocorreu na noite de domingo para segunda-feira num concerto do 'rapper' Rel B que decorreu no festival de desporto e música urbana em Vigo, na província espanhola da Galiza.

O estudo irá também verificar se houve um excesso de pessoas na plataforma, que poderia ter causado a queda da plataforma,

Entretanto, a organização do festival assegurou, em comunicado, que os concertos programados para este festival "cumpriam as condições de segurança exigidas pela legislação".

Os organizadores do festival lamentam "profundamente" o acidente e manifestam a sua solidariedade "com todos os feridos e as suas respetivas famílias", afirmando que são "a prioridade absoluta para todos",

Destacam ainda no comunicado "o civismo demonstrado pelo público, que abandonou o recinto de forma ordenada e permitiu o trabalho das equipes de resgate e segurança", que, sublinham, realizaram "um grande trabalho"

"Agradecemos publicamente a sua colaboração", afirma a organização, manifestando-se disponível para ajudar as "autoridades competentes" em tudo "o que possam necessitar".

Segundo o governo regional da Galiza, a queda da plataforma na noite de domingo para segunda-feira fez 316 pessoas, estando nove pessoas hospitalizadas, que não correm risco de vida.

"Entre eles, neste momento, temos nove hospitalizados. Não há nenhum em risco de vida", disse Jesús Vázquez Almuína, oficial de saúde do executivo regional, adiantando que a grande maioria são feridos leves, com hematomas, havendo também casos de pessoas com fraturas e traumatismo craniano.

O caso está a cargo do tribunal de instrução número três, em funções de guarda, anunciou o Tribunal Superior de Justiça da Galiza.

Várias equipas de emergência médica, equipas da polícia nacional e local, e bombeiros deslocaram-se para o local, tendo as ruas junto do local do acidente sidos rastreadas para verificar se não havia ninguém preso ou ferido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório