Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
27º
MIN 26º MÁX 29º

Edição

Regressaram os protestos à NFL e Trump volta a criticar os jogadores

O presidente considera que os jogadores deviam ser suspensos sem salário, mas os atletas prometem continuar a protestar durante o hino dos Estados Unidos.

Regressaram os protestos à NFL e Trump volta a criticar os jogadores
Notícias ao Minuto

18:49 - 10/08/18 por Fábio Nunes 

Mundo EUA

Esta quinta-feira arrancaram os primeiros jogos da pré-época da NFL e, tal como aconteceu nas duas últimas temporadas, os jogadores voltaram a protestar durante o hino, como refere o Bleacher Report. Alguns ajoelharam-se durante o ‘The Star-Spangled Banner’, outros levantaram o punho.

Houve ainda quem optasse por ficar no balneário durante o hino, seguindo as recomendações de uma política que a NFL introduziu para o hino, mas que foi entretanto congelada face à polémica que gerou entre os atletas.

Malcolm Jenkins, safety dos campeões Philadelphia Eagles, até tinha parado de protestar durante o hino a meio da época passada, mas tendo em conta a postura da liga durante o verão decidiu voltar a erguer o punho durante o hino.

“Eu estava muito, muito encorajado com a direção que a relação dos jogadores com a liga estava a tomar no final do ano passado. Mas isso obviamente tomou um rumo diferente. Enquanto aguardamos por uma decisão da liga sobre o que vão fazer em termos de regras para este protesto, penso que é importante utilizarmos esta plataforma”, explicou o jogador.

O presidente Donald Trump é que não gostou de voltar a ver os jogadores a protestar e repetiu críticas do passado no seu Twitter.

“Os jogadores da NFL estão a fazê-lo de novo. Ajoelham-se quando deviam levantar-se orgulhosamente para o hino nacional. Numerosos jogadores, de equipas diferentes, quiseram mostrar a sua ‘revolta’ por algo que a maioria não consegue definir. Ganham uma fortuna a fazer aquilo que amam. (…) Um jogo de futebol americano, pelo qual os fãs pagam tanto dinheiro para ver e para se divertirem, não é um lugar para protestar. A maior parte do dinheiro vai para os jogadores de qualquer das formas. Encontrem outra maneira de protestar. Levantem-se orgulhosamente para o hino nacional ou sejam suspensos sem salário”, escreveu o presidente norte-americano.

O protesto dos jogadores da NFL durante o hino está relacionado com a violência policial contra as minorias étnicas e com a descriminação racial nos Estados Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório