Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 13º

Edição

Boris Johnson acusado de islamofobia. Tories exigem pedido de desculpas

Coluna de opinião do ex-ministro no The Telegraph levou o Labour a exigir explicações ao governo britânico e aos conservadores (tories). Brandon Lewis já pediu que o ex-ministro apresentasse um pedido de desculpa.

Boris Johnson acusado de islamofobia. Tories exigem pedido de desculpas
Notícias ao Minuto

16:16 - 07/08/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Reino Unido

Boris Johnson, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, está a ser alvo de críticas depois de ter comparado mulheres que utilizavam burqa a “caixas de correio” e a “ladrões de bancos”. Uma polémica que já levou o presidente do Partido Conservador britânico (Tory) a exigir um pedido de desculpas a Johnson.

A polémica começou na passada segunda-feira, depois de Johnson ter escrito um artigo para o jornal The Telegraph, em que abordou a proibição da burqa na Dinamarca.

Apesar de admitir que não é absolutamente contra a proibição, o ex-ministro considera “absolutamente ridículo” que as mulheres se vistam como “caixas de correio”, isto para além de dizer que, caso alguém com cara tapada falasse com ele no parlamento, ele a obrigaria a tirar a burqa para falar “em condições”.

As primeiras críticas vieram do Partido Trabalhista (Labour), nomeadamente através da deputada Naz Shah, que exigiu explicações à ministra da Igualdade, Penny Mordaunt.

Enquanto mulher muçulmana, estou chocada que este tipo de islamofobia feia e descarada tenha sido publicada num jornal nacional e que, até agora, pareça tolerada pela liderança do seu partido”, escreveu Shah, citada pelo The Guardian, na carta enviada a Mordaunt.

O Labour exigiu ainda explicações ao presidente do Partido Conservador, Brandon Lewis, que, esta terça-feira, escreve o The Telegraph, pediu a Boris Johnson um pedido de desculpas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório