Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Londres pretende pedir extradição de autores de envenenamento de Skripal

O Reino Unido pretende pedir à Rússia que extradite dois alegados autores do envenenamento, em março passado, em Salisbury, sul da Inglaterra, do ex-espião russo Sergéi Skripal e da sua filha, relata o jornal The Times.

Londres pretende pedir extradição de autores de envenenamento de Skripal
Notícias ao Minuto

09:12 - 07/08/18 por Lusa

Mundo Caso

Os detetives da Scotland Yard estão seguros de terem identificado os responsáveis pelo ataque, no qual foi usado Novichok, um químico (agente de nervos) russo.

Skripal e a sua filha, Julia, foram hospitalizados várias semanas e acabaram por ter alta. Contudo, no mês passado, uma mulher de 44 anos, Dawn Sturgess, morreu depois de tocar, perto de Salisbury, num frasco de perfume contendo Novichok, enquanto o seu companheiro, Charlie Rowley, também envenenado com a mesma substância, esteve vários dias internado, mas sobreviveu.

Segundo a polícia, a garrafa com Novichok teria sido abandonada pelos suspeitos depois do ataque aos Skripal e, depois, descoberta, possivelmente num parque, por Sturgess e o seu companheiro.

De acordo com a informação publicada hoje pelo jornal britânico, os suspeitos russos teriam sido identificados a partir de um acompanhamento de câmaras de segurança e registos de pessoas que entraram no Reino Unido em março.

Detetives encarregados da investigação estão a trabalhar no pedido de extradição, embora fontes do governo tenham enfatizado que nenhuma decisão final foi tomada, segundo o jornal.

O pedido deve ser rejeitado pela Rússia, como aconteceu em 2007, quando o Reino Unido exigiu a rendição dos russos Andrei Lugovoi e Dmitri Kovtum, os dois suspeitos do envenenamento em Londres do ex-espião russo Alexander Litvinenko, que morreu depois de beber uma chávena de chá que continha polônio-210, uma substância radioativa.

Segundo o especialista em armas químicas Philip Ingram, os autores do ataque de Salisbury terão entrado no Reino Unido com "identidades falsas".

O envenenamento dos Skripal causou uma crise diplomática entre Londres e Moscovo, pois o governo britânico decidiu expulsar vários diplomatas russos, medida seguida pela Rússia, que exigiu a saída de diplomatas britânicos do país.

Além disso, vários países ocidentais expressaram solidariedade com o Reino Unido e tomaram medidas semelhantes.

O Reino Unido acusou diretamente a Rússia do envenenamento dos Skripal, depois de uma investigação que identificou o Novichok como uma substância de fabrico militar russo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório