Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Ofensiva apoiada pela coligação internacional na Síria mata 28 jihadistas

Pelo menos 28 'jihadistas' do grupo extremista Estado Islâmico morreram hoje na região de Deir Ezzor, este da Síria, vítimas de uma ofensiva desencadeada por uma aliança árabe-curda e apoiada por ataques da coligação internacional, segundo uma ONG.

Ofensiva apoiada pela coligação internacional na Síria mata 28 jihadistas
Notícias ao Minuto

22:33 - 06/08/18 por Lusa

Mundo ONG

Os combatentes curdos e árabes das Forças Democráticas Sírias, apoiados pela coligação liderada pelos EUA, desencadearam uma ofensiva para expulsar o Estado Islâmico (EI) do seu último reduto na província de Deir Ezzor, na fronteira com o Iraque.

"Pelo menos 28 'jihadistas' do EI foram mortos nos ataques aéreos e disparos de artilharia contra a região de Bir al-Meleh, na província de Deir Ezzor", adiantou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

À AFP o diretor do OSHD, Rami Abdel Rahmane, admitiu que o balanço de vítimas pode aumentar.

O EI está agora encurralado "numa pequena bolsa" na localidade, acrescentou Rahmane.

No final de julho, recordou a AFP, o comandante das forças francesas na coligação internacional, o general François Parisot, garantiu que os 'jihadistas' já não controlam mais do que uma pequena faixa de território entre as cidades de Hajine e Boukamal, próximo da fronteira iraquiana, estimando o número de combatentes extremistas em "algumas centenas".

Advertiu, no entanto, que os combates contra os últimos 'jihadistas' em Deir Ezzor deve estender-se por pelo menos dois ou três meses.

Depois de um percurso em crescendo até à proclamação de um califado em 2014, o EI está agora remetido a uns poucos redutos na Síria, onde não controla mais do que 3% do território do país, de acordo com dados do OSDH.

Apesar disso, o EI continua a atacar em força na Síria, tendo a 25 de julho passado, em ataques coordenados na província de Soueida, provocado mais de 250 mortos civis, um dos balanços mais pesados desde o início do conflito em 2011.

A guerra na Síria já fez mais de 350 mil mortos e milhões de deslocados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório