Meteorologia

  • 03 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 5º MÁX 17º

Argentina: Milhares de pessoas protestam contra despenalização do aborto

Milhares de pessoas manifestaram-se hoje em Buenos Aires contra a despenalização e a legalização do aborto, cuja votação definitiva no Senado argentino será na quarta-feira, após aprovada na primeira votação, na Câmara dos Deputados, em junho.

Argentina: Milhares de pessoas protestam contra despenalização do aborto

As igrejas evangélicas da Argentina convocaram o protesto, advertindo de que não apoiarão "nenhum candidato que se expresse a favor do aborto", como disse Jorge Gómez, diretor-geral da Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas da República Argentina (ACIERA) e organizador do evento, citado pela agência noticiosa espanhola Efe.

Concentradas num dos locais mais emblemáticos da capital argentina, a central avenida 9 de Julho, as pessoas viajaram de todas as províncias do país para se manifestarem a favor de "salvar as duas vidas", o lema adotado pelos autodenominados grupos pró-vida.

Segundo Gómez, a mobilização congregou "mais de 100.000 pessoas", com autocarros que chegaram de diversos pontos da Argentina, entre os quais 600 provenientes da província de Buenos Aires, 50 de Chaco (nordeste), 40 de Santa Fé (nordeste), 30 de Córdoba (centro), e 15 de Entre Ríos (nordeste).

Os organizadores, que destacaram o apoio da Igreja Católica ao responder ao seu repto, condenaram "o genocídio de milhões de crianças que é promovido através da legalização do aborto".

Durante a tarde, foram lidos documentos religiosos e civis, e Gómez exigiu uma "melhoria da lei da adoção", que acompanhe a mãe "desde a conceção", no caso das gravidezes que sejam resultado de violações.

À medida que se aproxima o dia da votação definitiva, as manifestações tanto a favor como contra a despenalização do aborto sucedem-se na Argentina.

Há uma semana, milhares de pessoas que são contra a nova lei concentraram-se em frente à residência do Presidente, Mauricio Macri, em Olivos (Buenos Aires), para o pressionarem o mais possível.

No domingo, será a vez dos partidários da despenalização do aborto se manifestarem, com uma ação de artistas e desenhadores em frente ao Congresso argentino.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório