Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Jovem agredida em Paris cria site "para que as mulheres falem livremente”

Site pretende recolher incidentes sobre assédio sexual “nas ruas, no trabalho e na esfera privada”.

Jovem agredida em Paris cria site "para que as mulheres falem livremente”
Notícias ao Minuto

09:56 - 02/08/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Marie Laguerre

A jovem francesa que publicou um vídeo nas redes sociais em que é possível ver um homem a agredi-la, isto depois de a ter assediado, em Paris, lançou um site na internet na última quarta-feira, cujo objetivo é que as vítimas de assédio sexual contem as suas histórias.

O site Nous Toutes Harcelement (todas somos assediadas) pretende recolher incidentes “nas ruas, no trabalho e na esfera privada”, disse Marie Laguerre, de 22 anos, citada pelo The Guardian.

A estudante francesa publicou o vídeo da agressão de que foi alvo no Facebook e pôs França, e o resto do mundo, a discutir o assédio sexual.

O relato da jovem mostra que o homem que a atacou começou por assediá-la e, quando confrontado com a oposição e recusa daquele comportamento, acabou por lhe atirar com um cinzeiro e agredi-la no rosto.

Laguerre apresentou queixa na polícia e, segundo a própria, tem recebido imenso apoio, não só de mulheres, muitas delas que já passaram por situações semelhantes, como de homens que manifestam a sua solidariedade e condenação face ao comportamento do agressor.

Com a criação do site, “anónimo e que permitirá que as mulheres falem livremente”, segundo Laguerre, a intenção é “entregar uma mensagem e fazer com que as coisas melhorem”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório