Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Ahed Tamimi, jovem símbolo da resistência palestiniana, já saiu da prisão

Jovem de 17 anos esteve detida durante oito meses por ter esbofeteado um soldado israelita.

Ahed Tamimi, jovem símbolo da resistência palestiniana, já saiu da prisão
Notícias ao Minuto

07:02 - 29/07/18 por Pedro Bastos Reis 

Mundo Palestina

A jovem palestiniana Ahed Tamimi, que se tornou mundialmente conhecida depois de ter esbofeteado um soldado israelita que terá utilizado balas de borracha para atacar o seu primo de 14 anos, foi libertada, ao início da manhã deste domingo, da prisão israelita onde passou oito meses.

A confirmação foi dada por um porta-voz do serviço prisional israelita à Associated Press. Assaf Librati disse que a jovem de 17 anos e a sua mãe foram libertadas esta manhã transferidas, pelo exército israelita para os territórios palestinianos.

Ahed Tamimi passou oito meses na prisão depois de ter agredido um soldado israelita na aldeia de Nabi Saleh, na Cisjordânia. 

A jovem protestava contra a ocupação israelita e acabou por retaliar contra o soldado que baleou com balas de borracha o seu primo de 14 anos. 

O momento da agressão foi captado em vídeo e, nas imagens, é possível ver ainda  a prima de Ahed, Nour Tamimi, a protestar contra a violência dos soldados israelitas. 

Em dezembro de 2017, soldados israelitas entraram na aldeia de Tamimi, que na altura tinha apenas 16 anos, e levaram-na. Esta detenção gerou uma enorme onda de indignação entre diversas organizações de defesas dos direitos humanos e da autodeterminação do povo palestiniano. 

Passados três meses, Ahed Tamimi foi condenada a oito meses de prisão, depois de ser dar como culpada. Saiu da prisão este domingo. 

A resiliência da jovem tornou-se símbolo da resistência palestiniana à ocupação israelita, em particular na aldeia de Nabi Saleh, na Cisjordânia, ocupada há mais de 50 anos por Israel. Já Telavive vê o ato de Tamimi como uma provocação e como ameaça ao trabalho dos soldados israelitas. 

Os apoiantes da jovem palestiniana prepararam uma grande celebração para este domingo e a jovem foi recebida com muita emoção. A aldeia de Nabi Saleh está decorada com bandeiras palestinianas, aguardando pelo regresso da adolescente que, para os palestinianos, simboliza a resistência contra a violenta política de ocupação israelita. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório