Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Sete raros rinocerontes negros morrem após transferência para reserva

Sete rinocerontes negros, uma espécie em vias de extinção, morreram após serem transferidos para o parque natural de Tsavo Leste, o maior do Quénia, informaram os meios de comunicação locais.

Sete raros rinocerontes negros morrem após transferência para reserva
Notícias ao Minuto

14:58 - 13/07/18 por Lusa

Mundo Quénia

O Serviço de Conservação da Vida Selvagem do Quénia (KWS, na sigla em inglês) abriu um inquérito para esclarecer a causa das mortes de sete dos 14 rinocerontes que foram transferidos das reservas de Nairobi e do lago Nakuru, na semana passada.

A transferência foi feita no âmbito de um plano que contou com a participação do Fundo Mundial para a Natureza (WWF) e cujo objetivo era criar espaços mais seguros para os rinocerontes num habitat adequado.

A diretora da organização não-governamental (ONG) ambientalista Wildlife Direct, Paula Kahumbu, exigiu ao ministro do Turismo, Najib Balala, uma investigação rápida ao incidente, que classificou como "um desastre".

"Esta não é a primeira vez que o KWS transfere animais, pelo que merecemos saber a causa da morte deste animal precioso. Algo correu mal e queremos saber o quê", sublinhou Kahumbu.

A população de rinocerontes no Quénia era de 1.258 animais em 2017, o que, apesar do risco de extinção (devido, em parte, à caça furtiva) significa um aumento considerável face à década de 1980, quando existiam apenas 400 exemplares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório