Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

ONG volta a pedir demissão de ministro devido a conflito de interesses

O Centro de Integridade Pública (CIP), organização não-governamental (ONG) moçambicana, pediu hoje a demissão do ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, por alegadamente tomar decisões sobre uma empresa em que tem interesses.

ONG volta a pedir demissão de ministro devido a conflito de interesses
Notícias ao Minuto

17:08 - 12/07/18 por Lusa

Mundo Moçambique

O CIP já havia pedido a demissão há um ano, alegando conflito de interesses, e diz ter alertado "o Presidente da República, que o nomeou e que já o deveria ter demitido, e a Comissão Central de Ética Pública (CCEP)", refere em comunicado.

A ONG refere que Carlos Mesquita é "gestor sénior da empresa em causa, onde detém interesses de natureza económica".

O Conselho de Ministros aprovou na terça-feira a extensão do período de gestão do Porto da Beira a favor da empresa Cornelder de Moçambique, por mais 15 anos.

O atual contrato de concessão terminará no ano de 2023 "e de forma antecipada, o Governo de Moçambique renovou a mesma".

"Carlos Mesquita, mais uma vez, encontra-se numa clara situação de envolvimento num caso de conflito de interesses", refere o CIP.

O Governo justificou a escolha da empresa por ela se comprometer a realizar investimento e estruturais, além de criar postos de trabalho e aumentar o volume de circulação de mercadorias.

Questionado hoje numa ação pública, em Maputo, sobre o tema, o governante disse não ter comentários a fazer.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório