Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Edição

Tailândia: Duração da operação foi reduzida, será retomada amanhã

Oito crianças já foram resgatadas, ainda faltam quatro e o treinador. Não se sabe se sairão todos amanhã, terça-feira. Governador de Chiang Rai diz que será preciso um intervalo de 20 horas para preparar equipamento.

Tailândia: Duração da operação foi reduzida, será retomada amanhã
Notícias ao Minuto

17:10 - 09/07/18 por Anabela de Sousa Dantas 

Mundo Resgate

Amanhã, terça-feira, poderá ser o derradeiro dia desta complexa missão de resgate que está a ter lugar na província tailandesa de Chiang Rai. Com duas fases já concluídas com sucesso – oito rapazes já resgatados -, restam apenas quatro jovens e o treinador. A incógnita está em saber se sairão todos na terça-feira ou se Ekaphol Chantawong, de 25 anos, ainda ficará mais um dia enclausurado.

Narongsak Osottanakorn, governador regional da província de Chiang Rai, não tem essa resposta. “Não consigo dizer. Não coordeno isso, isso é responsabilidade da equipa de mergulhadores. O plano deles está desenhado para o resgate de quatro pessoas”, ressalvou.

Osottanakorn, também no comando das operações de resgate, deu esta segunda-feira uma conferência de imprensa, após a suspensão da segunda fase dos trabalhos de recuperação dos elementos da equipa juvenil de futebol ‘Wild Boars’, que ficaram encurralados numa caverna em Tham Luang no dia 23 de julho.

“Estamos tão felizes por ter resgatado mais quatro”, começou por dizer, com um espírito mais animado, conforme descreveram os jornalistas no local. “Os nossos mergulhadores conseguem [agora] reduzir em duas horas a duração da operação”, acrescentou, razão pela qual esta segunda-feira o resgate foi concluído mais rápido do que ontem, domingo.

Recorde-se que a segunda fase da operação de resgate começou pelas 11h00 locais (5h00 em Lisboa) e o primeiro rapaz saiu da gruta às 16h30 (11h30 em Lisboa), cinco horas e meia depois, menos horas do que no dia anterior. A suspensão da mesma foi anunciada às 20h00 (14h00 em Lisboa).

O responsável explicou que esta redução deve-se ao facto de o resgate ter sido levado a cabo pela mesma equipa de mergulhadores, ou seja, pessoas já familiarizadas com as condições da gruta, os desafios do percurso e como contorná-los. Na operação de hoje estiveram envolvidos “mais de 100 [operacionais] incluindo 18 mergulhadores internacionais”.

Narongsak Osottanakorn não consegue dar uma hora de início para a operação de terça-feira. “Mais uma vez, temos que preparar equipamento, o que vai demorar mais 20 horas. Não vos consigo dar um horário exato”, afirmou.

Sobre as crianças que foram resgatadas no domingo, o governador deixou uma clarificação. “Os miúdos estão agora muito bem. Se perguntarem se eles comeram Pad Krapow – não. Não comeram isso, mas podem comer comida normal em papa”, indicou. O responsável respondia às notícias de que as crianças pediram para comer Pad Krapow, um prato tradicional tailandês, composto por galinha com manjericão e arroz branco. 

Curiosamente, esta segunda-feira, o almoço dos jornalistas no acampamento perto da gruta foi Pad Krapow.

Sublinhe-se que as oito crianças estão internadas no no Hospital de Prachanukroh, em Chiang Rai, onde deverão permanecer em observação nos próximos dias.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.