Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Condenada a três meses de prisão depois de matar namorado youtuber

Jovem pediu à namorada para disparar contra uma enciclopédia que segurava contra o peito.

Condenada a três meses de prisão depois de matar namorado youtuber

Pedro Ruiz, um youtuber norte-americano de 22 anos, queria ser o protagonista do vídeo mais perigoso alguma vez publicado naquela rede social por isso pediu à namorada grávida, de 20 anos, para dar um tiro na enciclopédia que segurava ao peito.

O episódio, que aconteceu em junho de 2017, correu mal e Monalisa Perez acabou por matar o namorado e ser constituída arguida pelo crime de homicídio.

Esta sexta-feira, durante o julgamento, foram divulgadas as filmagens e, de acordo com o The Sun, o jovem aparece nas imagens a admitir que o plano de fazer o vídeo “mais louco de sempre” podia falhar, mas que preferia morrer a tentar.

“Se eu morrer, estarei pronto para Jesus”, disse Pedro Ruiz a certo momento do vídeo. Já a namorada, segundo a mesma publicação, parecia bastante assustada.

“Não posso fazer isto querido, estou com tanto medo. Se eu te matar o que vai ser da minha vida?! Isso não está certo”, terá dito Monalisa. Contudo, o namorado consegue convencê-la a disparar.

Quando repara que a bala passou a enciclopédia e acertou no namorado, Monalisa liga em pânico para o número de emergência médica norte-americano e explica o que tinha acabado de acontecer.

Quando os meios de socorro chegaram ao local, já não havia nada a fazer pelo youtuber. Monalisa foi detida e a primeira filha do casal, Aaliyah, de três anos, que tinha assistido a tudo, retirada à mãe.

A mulher foi agora condenada a três meses de prisão e ficou proibida de adquirir armas de fogo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório