Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 21º

Edição

Homem sofria de condição rara que não o deixou arrotar durante 34 anos

Neil Ribbens ficava em agonia depois das refeições.

Homem sofria de condição rara que não o deixou arrotar durante 34 anos
Notícias ao Minuto

12:42 - 14/06/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Reino Unido

Até recentemente, Neil Ribbens não arrotava há mais de 30 anos, pois sofria de uma condição rara, para a qual ainda nem sequer há nome. 

Não conseguir expelir o gás do estômago fazia com que o homem ficasse sempre em agonia depois das refeições.

"Evitei ir a bares com amigos até aos meus 25 anos, porque sabia que ia ficar com dores e que teria de me vir embora", explicou ao jornal Metro. "Não conseguir arrotar teve um impacto real na minha vida social. Se comesse um jantar com três pratos sentia-se terrível a seguir, o que fez com que faltasse a coisas como jantares de natal da empresa", acrescentou.

Segundo Neil descreve, depois de comer começava a fazer um som estranho vindo do fundo da garganta, seguido por um aperto no peito e por fim sentia um sabor ácido na boca. Depois começava a ficar inchado.

Consultou vários médicos, mas sem sucesso. Alguns inclusivamente riam-se da sua condição ou não a levavam a sério.

Mas finalmente encontrou um médico, em Manchester, que resolveu o problema através de uma injeção de botox na garganta. O problema era que a sua laringe era demasiado tensa para permitir ao gás que saísse, sendo o botox um relaxante, acabou por ser um sucesso na resolução do problema.

Ao contrário das intervenções cosméticas feitas com botox, Neil não vai ter de repetir as injeções mensalmente. Bastou apenas uma operação para que ficasse curado.

Apesar de rara, o médico refere já ter recebido 12 pacientes com a mesma condição nos últimos dois anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.