Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Árvores mais velhas de África estão a morrer. Cientistas preocupados

A baobá, uma árvore icónica da savana africana, tem estado a morrer ao longo dos últimos 12 anos e não se sabe porquê.

Árvores mais velhas de África estão a morrer. Cientistas preocupados
Notícias ao Minuto

23:39 - 11/06/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Baobá

Os cientistas descobriram que grande parte das baobás (árvore bombacácea tropical de grandes dimensões) mais velhas e de maior dimensão de África foram morrendo nos últimos 12 anos. Suspeita-se que este facto esteja relacionado com as mudanças climáticas, mas não existe ainda nenhuma prova direta.

Este tipo de árvore, diz a BBC, pode crescer até tamanhos impressionantes e viver durante centenas, senão milhares de anos.

Os investigadores de universidades de África, Roménia e Estados Unidos referem, através de um artigo publicado na revista Nature Plants, que a perda destas árvores é “um evento de uma magnitude sem precedentes” e que não é causada por uma epidemia.

“Suspeitamos que a morte destas baobás monumentais esteja associada, pelo menos, em parte, com as significativas modificações às condições climáticas que afetam o sul de África em particular”, indicaram, acrescentando, porém, que são precisos mais estudos para apoiar esta conclusão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório