Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Papa admite separação no matrimónio para evitar "guerra mundial"

O Papa Francisco afirmou hoje que não se pode "dividir um matrimónio", mas que às vezes "existe a desgraça de o matrimónio não funcionar e é melhor a separação para evitar uma guerra mundial".

Papa admite separação no matrimónio para evitar "guerra mundial"
Notícias ao Minuto

21:46 - 25/05/18 por Lusa

Mundo Homília

Perante vários casais que cumpriam 50 e 25 anos de casados, o Papa dedicou a sua homília de hoje ao matrimónio, considerando que "é do mais bonito que Deus criou", segundo a transcrição das palavras de Francisco publicada pelos serviços de informação do Vaticano na sua página na Internet.

O pontífice argentino recordou que, quando perguntou a um casal que festejava 60 anos de matrimónio se eram felizes, "os dois olharam-se, os seus olhos encheram-se de lágrimas pela emoção e responderam: 'Estamos enamorados!'".

Salientou que "é verdade que há dificuldades, problemas com os filhos ou no casal, discussões, brigas, mas o importante é que a carne permaneça unida e se superem".

Durante a homília, que celebra todos os dias na sua residência, a Casa Santa Marta, o Papa disse também: "Às vezes existe a desgraça de que o matrimónio não funciona e é melhor separar-se para evitar uma guerra mundial. Mas isto é uma desgraça. Sejamos positivos".

Francisco destacou ainda que a virtude mais importante na vida matrimonial e na família é "a paciência".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório