Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Prisão perpétua para responsável por explosões na Tailândia

Dois iranianos suspeitos de estarem ligados a uma conspiração contra diplomatas israelitas, descoberta no ano passado em Banguecoque durante explosões acidentais, foram condenados a prisão perpétua e a 15 anos de cadeia, noticia a AFP.

Prisão perpétua para responsável por explosões na Tailândia

Saeid Moradi, de 29 anos, que ficou sem pernas na sequência da explosão em Fevereiro de 2012 na cidade de Banguecoque, foi condenado a prisão perpétua por um tribunal da capital tailandesa.

O indivíduo foi considerado culpado de tentativas de morte, posse e transporte de explosivos.

Mohammad Khazaei, de 42 anos, foi considerado culpado da acusação de posse ilegal de explosivos, tendo sido condenado a 15 anos de prisão.

Imediatamente após as explosões em Fevereiro de 2012, a polícia tailandesa e Israel disseram que diplomatas israelitas eram visados nos atentados realizados na Geórgia (Tbilisi) e Índia (Nova Deli).

Teerão negou veementemente qualquer envolvimento nestes casos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório