Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

Hidratar o cabelo com óleos quentes? Sim, e em casa

O novo tratamento da Lush é diferente das máscaras comuns: usa-se quente e no cabelo seco. Nós experimentamos e dizemos-lhe o que achamos.

Hidratar o cabelo com óleos quentes? Sim, e em casa
Notícias ao Minuto

19:09 - 20/02/18 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Cabelos

Uma chaleira e o tratamento de óleo quente que mais se adeque ao seu cabelo – é só o que vai precisar para este cuidado que a marca defende ser luxuosa e fazer maravilhas ao seu cabelo.

Despida de embalagens, como se tem visto na maioria dos produtos da Lush, este novo tratamento tem o mesmo aspeto que o chocolate em pauzinho que se coloca numa caneca de leite quente para derreter. O processo é o mesmo e o cheiro que vem da caneca é tão agradável quanto o do chocolate. Depois de diluir mais ou menos (para cabelos finos, o melhor é deixar o produto mais líquido, já que os fios de cabelo aderem mais facilmente ao tratamento), só tem de deixar arrefecer, colocar no cabelo com as próprias mãos, esperar 20 minutos e lavar.

Testamos o produto e embora o resultado seja um cabelo brilhante e sedoso, como fica após o uso de máscara, importa ressalvar que, mesmo em cabelos encaracolados, convém evitar que o óleo fique demasiado espesso, caso contrário vai ser difícil de pentear para que o produto chegue do couro cabeludo até às pontas.

Outro ponto importante é a temperatura. O produto deve deve estar frio o suficiente para evitar queimaduras mas não deixe arrefecer demasiado, já que ficará mais espesso à medida que o calor passa. Também a temperatura da água deve ser controlada: ainda que tomar duche de água muito quente seja prejudicial para o cabelo e própria pele, aqueça a água um pouco mais que o normal ou arrisca-se a ficar com produto no cabelo e a ter de tomar um segundo duche – falamos por experiência própria.

Pormenores práticos à parte, porquê óleos quentes?

Ao contrário do que acontece na maioria dos tratamentos, os óleos quentes devem ser aplicados no cabelo seco, segundo o cientista de cosmética que inventou este produto. Como explica o especialista, ao usar o tratamento desta forma não estamos a diluir o produto, logo, os óleos essenciais e frutas que o compõem são aproveitados ao máximo, através da infusão bastante concentrada de frutas, ervas e elementos botânicos.

Com enfoque no couro cabeludo, além do próprio cabelo, a gama recentemente lançada apresenta cinco opções. Cada qual com objetivos específicos e, em comum, o aroma agradável e junção de ingredientes naturais.

O Damage garante proteger e fortificar os fios através de proteínas e vitaminas, o New dá brilho e hidrata, o Marylin aclara o cabelo e deixa-o mais hidratado e brilhante, o Yuge refresca ao mesmo tempo que dá volume ao cabelo, e por fim, o Hait doctor acalma o couro cabeludo irritado.

O melhor será conhecer de perto cada um dos óleos essenciais e escolher o cheiro e composição que mais lhe agrada. Estão à venda nas lojas Lush de Portugal a partir de 9,95€ e tal como acontece com outros produtos da Lush, são vegan, feitos à mão e não testado em animais.

Quando o teu cabelo precisa de amor e carinho extra, dá uma oportunidade aos nossos tratamentos capilares a óleo quente de mostrarem o quanto valem! Sem embalagem, fáceis de usar e super eficazes. Qual já experimentaste? #lushportugal #cabelosaudavel #tratamentoscapilares #semembalagem @a_minha_mae_vegana 

Uma publicação partilhada por Lush Portugal (@lushportugal) a 19 de Jan, 2018 às 8:05 PST

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório