Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Hábitos que alteram os níveis de serotonina

É a hormona que regula o sono, o humor e a forma como as pessoas se sentem.

Hábitos que alteram os níveis de serotonina
Notícias ao Minuto

08:00 - 13/01/18 por Daniela Costa Teixeira 

Lifestyle Corpo

A serotonina é uma hormona segregada no tubo digestivo e no tecido cerebral que, para além de regularizar a motilidade intestinal e atuar na musculatura lisa, também age sobre o sistema nervoso central, tendo, por isso, um papel importante no sono, no humor e na forma como as pessoas se sentem.

Algumas pessoas, escreve o site Bustle, têm os níveis de serotonina naturalmente baixos por culpa da célula cerebral que produz a hormona, porém existem hábitos diários que podem contribuir ou agravar isso mesmo, tornando as pessoas mais depressivas, tristes, irritadas, cansadas e desmotivadas.

Uma vez que é uma das hormonas que atua nos dois principais polos de neurotransmissores do corpo humano – o cérebro e os intestinos -, os níveis de serotonina podem ficar comprometidos quando não se cuida da saúde intestinal. De acordo com o psicoterapeuta Avery Neal, “90% da serotonina é produzida no trato intestinal, que é referenciado como ‘segundo cérebro’” e, quando não se presta a devida atenção aos intestinos – isto é, quando não se tem uma alimentação saudável, variada e equilibrada, onde reinam os pré e próbióticos e ainda a fibra – é possível que a pessoa “sofra de indesejados sintomas psicológicos”.

Ainda no que diz respeito à alimentação, abusar no consumo de hidratos de carbono refinados – que são vistos como refeições momentaneamente reconfortantes – altera a forma como a hormona atua, dando uma falsa sensação de bem-estar, contudo, os sentimentos depressivos podem surgir momentos depois de se acabar a refeição.

Por ser um estimulante nato, o consumo prolongado de café pode afetar os químicos naturais do corpo que determinam o bem-estar, acabando por tornar o organismo ‘viciado’ e dependente da ação da cafeína para se sentir bem. A cafeína estimula a produção de serotonina e a carência deste composto traz dores de cabeça, irritação e mau humor.

Apesar de ser uma das hormonas que regula o sono, a falta de descanso e a má qualidade do mesmo altera os níveis normais de serotonina, condicionando mesmo o efeito benéfico que deveria ter no sono. Na prática, explica a publicação, não dormir enfraquece gradualmente os recetores da hormona, não a deixando atuar na qualidade do sono.

Tal como o stress – que estimula o cortisol e a adrenalina, que, por si só, reduzem os níveis de serotonina -, o sedentarismo é também um inimigo. Diz a publicação que a atividade física é uma das melhores promotoras desta hormona do bem-estar e da boa disposição.

Além de ser a melhor fonte de vitamina D, o sol é a melhor fonte de boas energias mentais. É certo e sabido que os baixos níveis de vitamina D estão associados a estados depressivos e, por isso, passar demasiado tempo fechado em casa e sem uma exposição solar saudável faz com que os níveis de serotonina caiam significativamente, aumentando a sensação de tristeza e mal estar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório