Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Estes serão os alimentos e as bebidas mais 'in' de 2018

Caldo de osso, brócolos, miso e água de clorofila são alguns dos exemplos.

Estes serão os alimentos e as bebidas mais 'in' de 2018
Notícias ao Minuto

16:30 - 13/12/17 por Daniela Costa Teixeira 

Lifestyle Nutrição

A nutrição é uma das áreas que mais se reinventa e se adapta aos tempos modernos. Embora os alimentos sejam, na prática, os mesmos de sempre (alguns até 'repescados' passados alguns anos de esquecimento), existem tendências que prometem mais vitalidade e uma melhor saúde a curto, médio e longo prazo.

O site Eat This, Not That! listou aqueles que serão as melhores apostas para o próximo ano e há de tudo, desde bebidas tradicionais e sabores mais arrojados, refeições aconchegantes e snacks práticos e inteligentes.

Eis aqueles que serão os alimentos mais 'in' de 2018:

1 - Chá verde. Os elevados níveis de antioxidantes prometem ajudar a combater eficazmente a gordura acumulada, contudo, o efeito poderoso do chá verde depende muito da alimentação diária, sendo que quanto mais saudável melhor.

2 - Kefir. Probiótico por excelência, este preparado tem-se assumido como um elixir de saúde e bem-estar, conseguindo cuidar eficazmente da saúde intestinal e digestiva.

3 - Kombucha. Como lhe contámos aqui, não faltam motivos para passar a incluir esta bebida na alimentação diária. Entre os principais benefícios está o reforço do sistema imunitário.

4 - Água de clorofila. Esta bebida é rica em vitamina A, C e E e tem ainda um efeito bastante benéfico no sistema imunitário. O consumo deve ser aconselhado por um especialista.

5 - Caldo de osso. Encheu as mesas das refeições em tempos e volta agora à ribalta por ser um dos pratos mais aconchegantes e ricos em nutrientes. Este caldo é uma fonte de aminoácidos e tem o poder anti-inflamatório.

6 - Miso. Os grão de soja fermentados são os protagonistas desta sopa oriental que tem ganho destaque um pouco em todo o mundo por estimular o sistema digestivo e reforçar o sistema imunitário.

7 - Espinafres. Também por ser um antioxidante, este vegetal rico em vitamina A e C possui ainda folato é adapta-se aos mais variados pratos, sejam doces ou salgados. Por ter poucas calorias, mas imensos nutrientes, é comummente classificado como superalimento.

8 - Brócolos. Ajudam a prevenir o cancro, conseguem equilibrar os níveis de testosterona e são ainda capazes de reduzir os níveis de cortisol, a hormona do stress.

9 - Pimenta caiena. Além de acelerar o metabolismo e promover um gasto calórico e de gordura mais eficaz, este condimento tem ainda o poder anti-inflamatório e consegue ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue.

10 - Frutos vermelhos. Tal como os espinafres, são detentores de poucas calorias e extremamente ricos em nutrientes, sendo, por isso, classificados como superalimentos. Além disso, têm a capacidade anti-inflamatória.

11 - Aveia crua. Apesar de as papas de aveia serem um dos pequenos-almoços mais saudáveis, comer este cereal no seu estado cru promove uma maior capacidade de combater a inflamação e tem um impacto mais direto e positivo na saúde intestinal.

12 - Gengibre. Seja na água, no chá, como condimento ou adicionada a um smoothie, esta raiz é dos alimentos com mais benefícios para a saúde, ativando um escudo protetor do sistema imunitário ao mesmo tempo que acelera o metabolismo e reduz o risco inflamatório do organismo.

13- Chocolate negro. É calórico, é um facto, mas trata-se de um conjunto de calorias boas, calorias essas que podem não pesar na balança quando o consumo é moderado. O chocolate negro tem antioxidantes e consegue 'desligar' os genes que causam a resistência à insulina. É ainda anti-inflamatório e baixa os níveis de açúcar no sangue.

14 - Salmão selvagem. É uma das melhores fontes de ácidos gordos ómega 3, fundamentais para a saúde mental, mas também um dos alimentos com gordura saudável, aumentando a energia, melhorando o metabolismo e acelerando a perda de gordura.

15 - Sementes de chia. Já constam nas tendências alimentares há uns anos e prometem manter-se firmes na lista de alimentos mais saudáveis, não fossem estas pequenas sementes uma fonte de proteína completa e dos alimentos com maior teor de fibra-

16 - Quinoa. Um pseudo-cereal isento de glúten que tanto pode servir como acompanhamento ou como fonte de proteína de alto valor biológico. A quinoa é ainda uma fonte de vitaminas do complexo B.

17 - Alho. Amado por uns, odiado por outros, o alho é um aliado da saúde do coração e de todo o organismo no geral, não fosse um anti-inflamatório nato.

18 - Pimento. Para quem pretende um vegetal com poucas calorias e muitos nutrientes, especialmente vitamina C, o pimento é a escolha mais indicada.

19 - Amêndoas. Seja como snack prático e inteligente ou como topping de um smoothie, de um iogurte ou papa, as amêndoas são ricas em proteína, aminoácidos e um sem fim de vitaminas e minerais.

20 - Sauerkraut. Esta couve fermentada é uma das principais iguarias asiáticas e não é difícil perceber o porquê: é um probiótico.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório