Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

Dia Europeu do Antibiótico. Porque é que é tão importante dizer 'não'

"Use-os com cuidado". Este é o conselho que marca o Dia Europeu dos Antibióticos, que se celebra este sábado e faz parte parte de uma semana de consciencialização mundial. Fique a conhecer as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

Dia Europeu do Antibiótico. Porque é que é tão importante dizer 'não'
Notícias ao Minuto

16:10 - 18/11/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Cuidados

Celebra-se este sábado o Dia Europeu dos Antibióticos, uma data que tem por objetivo sensibilizar a populção e os profissionais de saúde para a utilização correta dos antibióticos. Este dia serve ainda para alertar para o impacto destes fármacos a nível humano e animal e para as consequências que isso pode ter, sobretudo, na saúde pública, "contribuindo para a diminuição da resistência das bactérias aos antibióticos", lê-se no site da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Apesar de se tratar de uma data assinalada há já dez anos, nunca fez tanto sentido falar da importância de dizer 'não' a estes fármacos, não fossem as superbactérias uma das principais preocupações a nível mundial e um dos fatores que mais pode vir a condicionar a saúde pública muito em breve.

A resistência aos antimicrobianos "constitui um assunto central da agenda política dos principais países e da própria OMS, como recentemente demonstrado na última Assembleia Geral das Nações Unidas", destaca a DGS, salientando que "se nada for feito, estima-se que em 2050 morram 10 milhões de pessoas em todo o mundo com infeções causadas por bactérias resistentes".

Uma vez que existe ainda muito desconhecimento e muita confusão acerca destes fármacos, a DGS lançou algumas 'cartas' destinadas aos pacientes e a todos os profissionais de saúde, começando logo por desmistificar uma teorias mais comuns, mas igualmente das mais erradas: "Os antibióticos são medicamentos destinados ao tratamento de infeções causadas por bactérias, não atuando sobre infeções causadas por vírus, como é o caso das constipações e gripe. (...) Os antibióticos não servem para tratar a febre ou as dores musculares, de cabeça ou de garganta. Para tal utilizam-se medicamentos chamados antipiréticos, como o paracetamol, o ácido acetilsalicílico ou o ibuprofeno, entre outros".

Quanto à resistência a bactérias, o organismo público diz ainda que "as bactérias resistentes aos antibióticos podem ser adquiridas basicamente de dois modos: por modificação das bactérias do nosso corpo, após ingerirmos um antibiótico; ou por transmissão das bactérias quando contactamos com elas".

O que pode fazer para reduzir as bactérias resistentes, segundo a Direção-Geral da Saúde:

1. "Quando tiver febre, dor de cabeça ou garganta não tome logo antibióticos. A maioria das situações de febre são causadas por vírus e passam ao fim de 3 a 4 dias. Em caso de dúvida consulte o seu médico ou ligue para SNS24 - 808 24 24 24".

2. "Não utilize antibióticos sem que seja um médico a tomar essa decisão e a passar-lhe uma receita. Para isso não use antibióticos que sobraram de tratamentos anteriores nem de outras pessoas".

3. "Pergunte sempre para que infeção está a usar antibiótico".

4. "Cumpra cuidadosamente a duração do tratamento e o horário das tomas. Se por acaso esquecer uma toma, recomece logo que possível e faça um acerto depois".

5. "Não guarde em casa sobras de embalagens de antibióticos nem os deite fora, devolvendo-os numa farmácia".

6. "Cozinhe bem a carne e o peixe, não os deixando crus. O calor inativa os resíduos de antibióticos que neles possam existir. Lave bem os vegetais para eliminar possíveis resíduos neles existentes".

7. "Lave bem as mãos antes das refeições, após utilização de casa de banho ou após contacto com superfícies de utilização pública ou após contacto com animais".

8. "Nos hospitais, centros de saúde, unidades de diálise, centros de dia, lares e residências, lave sempre as mãos após contactar com doentes ou residentes ou com superfícies".

9. "Garanta uma adequada higiene corporal e do vestuário, assim como adequados hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório