Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Os alimentos que não deve comer assim com tanta frequência

São saudáveis, mas apenas quando consumidos com moderação. Veja os alimentos que não deve comer tantas vezes quanto isso.

Os alimentos que não deve comer assim com tanta frequência
Notícias ao Minuto

14:30 - 14/11/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Dicas

Uma dieta saudável quer-se variada e o mais colorida possível, contudo, e com toda uma imensa moda de superalimentos, nem sempre é fácil resistir à tentação de comer mais vezes aqueles que trazem mais benefícios à saúde.

É o que acontece com o salmão fumado, um dos alimentos com mais apreciados e versáteis e que, por isso mesmo, marca presença com frequência na alimentação. Contudo, destaca a revista Prevention no seu site, este é um dos casos em que a frequência pode não ser assim tão aliada da saúde, pois, por ser fumado, este tipo de salmão contém hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs) e a exposição em excesso a estes componentes pode aumentar o risco de cancro.

Ainda no que diz respeito aos peixes 'saudáveis', também o atum é um dos alimentos que deve ser consumido apenas de vez em quando, especialmente se em causa estiver o enlatado. O risco aqui está associado aos níveis de mercúrio, que podem ser nocivos quando entram em contacto diariamente com o organismo. Segundo o médico Ginger Hultin, "uma quantidade excessiva de mercúrio pode levar à intoxicação, que causa problemas de visão e fraqueza muscular".

Também pelo facto de se tratar de um enlatado, mas ainda por ser um produto repleto de sódio e conservantes, as leguminosas em lata (ou em frasco) são um outro exemplo de alimento saudável que deve ser consumido apenas de vez em quando, sendo a melhor alternativa cozinhar os próprios grãos numa panela de pressão.

Como lhe contámos aqui, a kombucha é uma das bebidas do momento e das que mais benefícios promete para a saúde, não fosse um probiótico de excelência, porém, a sua elevada acidez pode causar azia. Mas não só: diz a publicação que as grávidas e as pessoas com o sistema imunitário enfraquecido devem também evitar a bebida, uma vez que as bactérias podem acabar por fazer mal.

Apesar de ter inúmeros benefícios para a saúde e de ajudar a controlar os níveis de colesterol, o óleo de coco não deixa de ser uma gordura saturada que, quando consumida em excesso, leva ao ganho de peso e ao aumento do porte calórico da alimentação diária.

Na hora de escolher o método de confeção mais saudável, quase todos os caminhos vão dar aos cozidos e grelhados, porém, grelhar a comida a alta temperaturas faz com que aumentem os componentes desencadeadores de cancro.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório