Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

As quatro gorduras 'amigas' que deve comer mais vezes

Está na hora de parar de rejeitar as gorduras, acredite que são boas para si.

As quatro gorduras 'amigas' que deve comer mais vezes
Notícias ao Minuto

13:00 - 21/10/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Dicas

Se toda a vida fugiu a sete pés das gorduras, temos uma boa notícia para si: Está na hora de abrandar.

Nos últimos anos, os estudos sobre o impacto da gordura têm-se multiplicado de tal forma que foi possível (finalmente) perceber que as gorduras não são um inimigo da saúde... quando bem escolhidas, como é claro.

Se as gorduras saturadas e trans - presentes na carne vermelha e nos alimentos industrializados e processados - são um verdadeiro veneno para a saúde, as gorduras insaturadas são mesmo a solução para combater muitos males. Sabe mesmo distinguir as gorduras boas das gorduras más?

E que gorduras são essas? Como já lhe contámos aqui, são várias as boas fontes de gordura que devem ser consumidas com regularidade (e moderação), contudo, o The Washington Post foi à procura das melhores das melhores e, juntamente com especialistas na área da dietética, encontrou aquelas que são as quatro gorduras que todos nós temos de comer mais vezes.

Recorrendo às mais recentes recomendações publicadas na revista científica Journal of Nutrition, a publicação começa por destacar as amêndoas, um fruto seco de sabor doce que é rico em fibra, vitamina E e magnésio. No que diz respeito à gordura, um punhado de amêndoas oferece 13 gramas de 'gordura da boa', isto é, de gordura monoinsaturada.

'Menino bonito' das dietas atuais, o abacate é um outro alimento que deve ser consumido mais frequentemente, não só por promover uma maior sensação de saciedade (ajudando no controlo do peso), mas também por ser rico em luteína, um componente que faz bem ao sistema cognitivo e à saúde ocular.

Presente na mesa dos portugueses e base da grande maioria dos pratos tradicionais, o azeite virgem extra é outra gordura à qual não devemos escapar. Mesmo sendo calórico - cerca de 90 calorias por cada colher de sopa -, este 'elixir' verde é capaz de reduzir o desenvolvimento de doenças cardíacas em 37%, uma vez que é altamente anti-inflamatório e benéfico para os níveis de colesterol.

Como explica a publicação, o azeite ajuda o corpo a absorver as vitaminas lipossolúveis e os antioxidantes presentes nos vegetais, por isso, nunca deixe de temperar a salada com azeite e de saltear os legumes.

Por fim, mas não menos importantes para a boa saúde, estão as sementes de chia, a quarta e última gordura boa destacada pelo The Washington Post. Na prática, estas pequenas sementes pretas são aliadas da boa saúde por terem altos níveis ácido linolénico (um tipo de ómega 3), cerca de 65% da sua composição total.

O consumo regular de chia - semente que deve ser hidratada antes de consumida - está cientificamente associado a uma melhor saúde cerebral e cardíaca.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório