Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2017
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Estudo revela que quem nasce em setembro pode ter mais sucesso

Em alguns casos podem ter de entrar na escola mais tarde, mas desengane-se se acha que isso pode ser prejudicial.

Estudo revela que quem nasce em setembro pode ter mais sucesso
Notícias ao Minuto

19:04 - 15/09/17 por Vânia Marinho

Lifestyle Investigação

Uma vez que as matrículas, seja para os infantários ou para as escolas, começam em setembro, é provável que as crianças nascidas nesse mês – ou após – sejam as mais velhas na sala de aula, uma vez que têm maior probabilidade de ter de entrar um ano mais tarde do que as crianças nascidas em agosto, por exemplo.

Se achava que isso podia ser negativo, desengane-se. Um estudo recente descobriu que entrar na escola mais tarde pode contribuir para o sucesso das crianças.

O estudo ‘National Bureau of Economic Research’, que se baseou em dados recolhidos no estado norte-americano da Flórida, descobriu “uma relação positiva entre a idade em que se entra para a escola e o desenvolvimento cognitivo das crianças de seis a 15 anos”. Concluiu também que “o início da escola numa idade avançada aumenta o nível de escolaridade das crianças e reduz a probabilidade de prisão por crimes juvenis”.

O site Good House Keeping conta que ser a criança mais velha na sala de aula pode fazer com que o professor pode relacionar a maturidade física da criança com as suas capacidades intelectuais, podendo desafiá-la mais do que as outras, por exemplo, o que contribui para o seu desenvolvimento intelectual e futuro sucesso.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório