Meteorologia

  • 29 JULHO 2021
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Menos filhos e menos carros. Estudo diz como cuidar do ambiente

Estudo revela tudo que as pessoas podem fazer diariamente para cuidar da saúde do ambiente. Mas não só.

Menos filhos e menos carros. Estudo diz como cuidar do ambiente

A saúde do planeta que nos dá casa não depende apenas das medidas dos governos, das grandes indústrias e das entidades mundiais que tentam a todo o custo manter as nações de mãos dadas.

Embora a ação destas entidades tenha um peso tremendo, cada um de nós, todos os dias, é capaz de contribuir para esta mudança, diz um recente estudo levado a cabo pela Universidade Lund (Suécia) e pela Universidade British Columbia (Estados Unidos).

De acordo com a investigação, publicada na revista Environmental Research Letters, são vários os hábitos diários que podem fazer toda a diferença na hora de travar a mudança climática e todas as consequências a ela associadas.

Para chegarem a esta ideia, os investigadores analisaram 148 cenários diferentes e classificaram um a um no que diz respeito à escala de impacto na saúde do planeta. E foram três os hábitos diários que mais se destacaram entre todos os que reduzem a pegada ambiental.

O mais impactante de todos diz, como seria de esperar, respeito ao carro. Na prática, destaca o estudo, trocar o carro pela bicicleta pode ser um hábito que reduz 2,4 toneladas de CO2 e que dá ainda uns valentes anos de vida às pessoas, uma vez que pedalar diariamente está associado a um menor risco de morte na ordem dos 40%. Para os investigadores as viagens de avião são também de evitar, a não ser que se opte por companhias que recorrem a combustíveis mais amigos do ambiente.

A terceira medida mais importante para saúde do planeta diz respeito à alimentação, mais concretamente à importância de seguir um regime vegetariano, uma ideia que tem vindo a ser defendida por outros estudos e que aponta, novamente, o dedo ao impacto ambiental que a indústria pecuária causa.

Conduto, nenhuma destas três medidas é mais significante para travar as mudanças climáticas. De uma forma mais ou menos controversa, os investigadores suecos e norte-americanos defendem que ter menos filhos pode levar a uma redução de 58,6 toneladas de CO2 por ano, assumindo-se esta 'medida' como a mais contributiva para o bem-estar e sustentabilidade ambiental.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório