Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Mais saúde sem sair da cidade. Hortas urbanas podem ser o 'segredo'

Estudo pioneiro da Universidade Católica do Porto revela que a tendência de criar hortas urbanas ajuda a melhorar o estilo de vida das pessoas que vivem em cidades.

Mais saúde sem sair da cidade. Hortas urbanas podem ser o 'segredo'
Notícias ao Minuto

09:20 - 21/06/17 por Daniela Costa Teixeira

Lifestyle Estudo

Numa altura em que a vida citadina se tem mostrado cada vez prejudicial à saúde, as hortas públicas, biológicas e urbanas parecem ser a solução. De acordo com um recente levado a cabo pela Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Universidade Católica do Porto, em parceira com a Lipor, as hortas urbanas podem ser o 'segredo' para que as pessoas que vivem na cidade consigam ter um estilo de vida mais saudável.

De acordo com a investigação, levar a 'vida de campo' para os centros urbanos tem um impacto positivo a nível de saúde, qualidade de vida e práticas ambientais, conclusão obtida depois de ter sido avaliada uma amostra de 115 indivíduos.

Conduzida pelo nutricionista Paulo Nova, a investigação portuguesa sugere que a horticultura pode ter, de facto, "um papel importante na promoção de comportamentos mais saudáveis e, ainda, na melhoria do bem-estar físico e mental dos citadinos" e isto porque "os participantes que iniciaram a jardinagem evidenciaram, em média e após seis meses, uma melhoria significativa ao nível de comportamentos de promoção da saúde, tendo-se observado um aumento da prática de exercício físico, bem como alterações a nível da alimentação", destaca a universidade.

Entre as consequências mais diretas da horticultura estão o aumento do consumo de laticínios, de peixe, de hortofrutícolas e de ervas aromáticas e a redução do consumo de doces. Além disso, a mudança de hábitos levou ainda a uma redução do número de cigarros fumados por dia, sendo que sete dos participantes deixaram mesmo de ter este hábito nocivo para a saúde.

Uma vez que os hábitos dos participantes mudaram, os investigadores portugueses conseguiram ainda verificar "melhorias ao nível da capacidade funcional, na limitação física, dor, estado geral de saúde, vitalidade, aspetos sociais, limitação por aspetos emocionais e saúde mental".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório