Higiene íntima: Mulheres, digam 'não' aos sabonetes errados

A higiene íntima de uma mulher pode ser mais importante do que julga.

© iStock
Lifestyle Cuidados

A região genital feminina é uma zona bastante sensível e que, ao contrário do que muitas mulheres julgam, precisa de cuidados de higiene próprios.

PUB

Segundo a BBC, a pele desta zona pode ser tão sensível como a do rosto, sendo que é bastante propícia a irritações que são difíceis de tratar. Apesar disso, muitas mulheres não sabem qual a melhor forma de tratar da sua higiene.

"A pele da vulva é muito delicada, é quase parecida com a do rosto e nós agredimo-la constantemente, porque usamos pensos diários, roupa justa ou cuecas inadequadas", alerta a ginecologista Natalia Pérez, que também é professora especializada no trato genital na Faculdade de Medicina da Universidade da República em Montevidéu, no Uruguai.

Explica esta profissional que a vagina tem um pH ácido, que é uma defesa natural para combater infecções, mas que este pH pode muitas vezes sofrer alterações consoante os cuidados que temos.

É por este motivo, refere, que não devemos "usar sabonetes perfumados porque eles têm substâncias que alteram a flora vaginal". Assim, "os mais adequados são os de glicerina ou os específicos para higiene íntima, que agora são vendidos em forma líquida, especialmente para lavar a vulva".

Além disso, reforça, a pele da vulva é muito sensível e para muitas pessoas os sabonetes perfumados também causam irritação ou comichões.

Assim, se quer manter uma boa saúde vaginal, siga também os seguintes conselhos:

  1. Se já sente a zona irritada, esqueça os sabonetes e opte mesmo por lavar-se apenas com água;
  2. Tente manter a zona o mais arejada possível, evitando o uso de pensos diários ou de roupa muito justa;
  3. Lave-se sempre da frente para trás evitar que os germes do ânus possam passar para a vagina;
  4. Usar roupa íntima de algodão e branca, uma vez que as roupas coloridas podem ser tingidas com produtos que afetam a flora vaginal;
  5. Trocar o tampão de quatro em quatro horas;
  6. Não lavar a parte interna da vagina pois "isso prejudica toda a flora e mata toda a flora vaginal"
COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS