Anti-inflamatório comum pode travar a propagação de cancro

Droga usada para tratar gripes comuns poderá ser usada para impedir que o cancro da bexiga se espalhe.

© iStock
Lifestyle Estudo

Cientistas japoneses descobriram que um anti-inflamatório não esteroide conseguiu suprimir a propagação do cancro em ratos e reduzir a resistência à quimioterapia.

PUB

Como reporta o Daily Mail, o cancro da bexiga pode ser dividido em dois tipos: os cancro não invasivo, que em 90% dos casos tem uma taxa de sobrevivência de cinco anos; e os musculares invasivos, que no estádio quatro tem 10% de sobrevivência de cinco anos.

Os últimos tipos geralmente são tratado com drogas comuns do tratamento do cancro, como cisplatin, mas a doença tende a tornar-se resistente e a espalhar-se para outros órgãos.

Mas nos testes feitos por cientistas da Hokkaido University em ratos com células humanas de cancro na bexiga injetar ácido flufenâmico, uma droga usada muitas vezes para tratar gripes comuns, suprimiu a tendência invasiva das células cancerígenas e tornou as drogas de quimioterapia novamente eficazes. 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS