Tudo o que pode estar a fazer mal durante a depilação

Remover os pelos é uma das maiores preocupações das mulheres, contudo os cuidados muitas vezes são poucos e as consequências multiplicam-se.

© iStock
Lifestyle Corpo

Seja com lâmina, cera, máquina, creme ou até mesmo laser, a preocupação é sempre mesma: aniquilar os pelos. A depilação é um dos maiores dramas da grande parte das mulheres e, embora seja uma prática recorrente, os erros continuam a ser muitos.

PUB

Não preparar a pele é um dos mais frequentes, como indica a dermatologista Brooke Jackson, que à revista Self revela que é também comum fazer a depilação usando a água muito quente. Estes dois hábitos danificam a pele e podem causar secura e irritação, uma situação que se pode agravar quando o procedimento é feito quase sempre apenas com lâminas, correndo-se, ainda, o risco de fazer alguns golpes em zonas mais críticas, como os joelhos e as virilhas.

Continuar a acreditar que o pelo deve ser arrancado/cortado no sentido contrário do pelo é também um erro, assim como não hidratar a pele com creme, óleo ou sérum depois da depilação.

Um erro também comum e que pode causar complicações à pele é o hábito de usar calças demasiado apertadas depois de fazer a depilação, não deixando a pele respirar e recuperar da agressão que sofreu.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS