Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

Edição

Estudo australiano diz que adoçantes aumentam apetite

Os adoçantes artificiais usados para substituir o açúcar refinado podem ser os responsáveis pelo excesso de peso de muitas pessoas.

Estudo australiano diz que adoçantes aumentam apetite

Substitui-se o açúcar refinado porque não têm calorias, mas na verdade isso faz comer mais. Falamos dos adoçantes artificiais e da conclusão de um estudo da Universidade de Sydney (na Austrália), que vem colocar estes produtos na lista de possíveis culpados pelo excesso de peso que cada vez mais se nota em todo o mundo.

Publicado na revista Cell Metabolism, o estudo teve por base a análise da resposta cerebral a estes adoçantes e os resultados não poderiam ter sido mais claros: a sensação de fome aumenta.

A experiência foi feita em animais (primeiro moscas e depois mamíferos) e em causa estiveram os adoçantes à base de sucralose, lê-se no site australiano ABC, que destaca que numa primeira fase entraram para teste alguns alimentos saudáveis (como a fruta) e numa segunda fase foram incluídos alimentos saudáveis adoçados.

De acordo com os investigadores, o teor de doçura e energia dos alimentos estão integrados em centros de recompensa no cérebro, contudo, esse sistema de recompensa fica desequilibrado quando se usam adoçantes artificiais, uma vez que se sabe que não contêm calorias e, por isso não engordam. Este pensamento – que pode surgir inconscientemente – leva a que as pessoas não se sintam saciadas e acabem por comer mais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório