Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Andar de bicicleta melhora a longevidade e não só

É uma das atividades mais adoradas pelas crianças e aquela que deve constar na prática regular de exercício físico dos adultos. Andar de bicicleta não é apenas divertido, também faz bem.

Andar de bicicleta melhora a longevidade e não só

Pedalar faz bem à saúde, ao corpo e à mente, é barato e é uma atividade benéfica que não deve ser relegada apenas para as tardes de domingo.

Segundo o Huffington Post, são seis os principais benefícios de andar de bicicleta.

1. Ajuda a manter a boa forma – Uma hora de ciclismo, seja indoor ou outdoor, é capaz de eliminar cerca de 500 calorias e de trabalhar os grandes grupos musculares. Andar de bicicleta ajuda a perder peso e a tonificar as pernas e o abdominal.

2. Dá energia – Pedalar cansa, mas dá energia suficiente para enfrentar um dia de trabalho. Um estudo levado a cabo em 2008 por investigadores norte-americanos e gregos revela que seis semanas a andar de bicicleta reduz significativamente os níveis de fadiga e aumenta a energia.

3. Torna as pessoas mais atraentes – Uma pesquisa realizada pela Fundação Britânica do Coração e citada pelo Huffington Post revela que 80% das pessoas admitem ficar impressionadas com ciclistas e que estes são os atletas de eleição para encontros.

4. É seguro – Quando devidamente equipados, os ciclistas conseguem percorrer longas distâncias de forma segura. Capacete e colete refletor (principalmente à noite) são essenciais para manter a segurança.

5. Dá independência – Uma vez que os ciclistas não devem ir lado a lado na estrada, o espirito de liberdade é maior e faz com que cada pessoa pedale ao seu ritmo e de acordo com as suas capacidades e objetivos. Além disso, é um desporto que não implica, obrigatoriamente, a presença de outros para se realizar.

6. Ajuda a viver mais e melhor – O ciclismo é uma das modalidades que mais contribui para a longevidade, diz o Huffington Post. Uma investigação, de 2011, divulgada no International Journal of Sports Medicine revela que os ciclistas que participaram no Tour de France vivem, em média, mais oito anos do que as outras pessoas. Mas a longevidade provocada pelo ciclismo deve-se ainda ao facto de, durante a atividade, a pessoa ficar sem folego e não conversar com o ciclista do lado, situação que aumenta em cinco e quatro anos a esperança de vida, nos homens e mulheres respetivamente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório