Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

Novo estudo abre caminho para novas formas de diagnosticar autismo

Também novas formas de tratamento poderão ser pensadas depois das conclusões desta investigação publicada na revista Nature Microbiology.

Novo estudo abre caminho para novas formas de diagnosticar autismo
Notícias ao Minuto

08:22 - 09/07/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Estudo

Um novo estudo publicado na revista Nature Microbiology apresentou um conjunto de biomarcadores que podem ajudar a diagnosticar transtornos do espectro do autismo. Este poderá ser o caminho para serem desenvolvidas novas formas de diagnóstico e também tratamentos.

"Este é o caminho e a tendência de fazer diagnósticos personalizados e estabelecer perfis diagnósticos mais precisos. A medicina diagnóstica e terapêutica do futuro deve seguir estas diretrizes", explica a neurocientista Sonia Villapol, aqui citada pelo jornal El Mundo.

Leia Também: O tratamento que melhora a qualidade de sono dos doentes com Parkinson

A investigação identificou um conjunto de 31 biomarcadores biológicos que podem ser usados da identificação do autismo. O estudo foi liderado por uma equipa da universidade de Hong Kong.

Foram analisadas amostras fecais de mais de 1.600 crianças até aos 13 anos. "Neste estudo, as análises permitiram analisar mais do que bactérias, mas também fungos, espécies virais e as vias funcionais da microbiota."

"Assim, estão abertas novas perspetivas para o desenvolvimento de ferramentas de diagnóstico não invasivas baseadas na microbiota intestinal para transtornos do espectro do autismo", revela Antonio Pineda- Lucen, da universidade de Navarra, ao mesmo jornal.

Leia Também: Gosta de chocolate? Temos boas notícias para si (e para a sua saúde oral)

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório