Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Sim, os cães podem sofrer de ansiedade de separação. Conheça os sinais.

É um problema tão comum em humanos como nos animais de estimação. Esteja atento aos seus!

Sim, os cães podem sofrer de ansiedade de separação. Conheça os sinais.
Notícias ao Minuto

17:01 - 21/05/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Animais de estimação

Sente que o seu cão fica sempre triste quanto sai de casa? Existe um motivo. Alexandra Bassett, uma treinadora de cães e especialista em comportamento animal, citada no BestLife, explica que "todos os cães nascem com uma série de instintos de sobrevivência", incluindo o de andar em matilha. 

Por isso, como "a sobrevivência na natureza exige que se mantenham juntos a todo o custo, os instintos de matilha obrigam o cão a vigiá-lo e a segui-lo para onde quer que vá - é por isso que os nossos cães nos seguem de sala em sala", acrescenta.

Leia Também: É por isto que o seu gato o morde quando brinca com ele

É possível que estes comportamentos façam com que eventualmente os cães comecem a sentir ansiedade de separação quando estão longe dos donos. "Tal como um ser humano que tem um ataque de pânico grave, um cão com ansiedade de separação tem dificuldade em acalmar-se quando a resposta ao stress entra em ação." Existem sinais que podem ajudá-lo a identificar este problema. Consulte a lista. 

Sinais de ansiedade de separação nos cães: 

  • Têm comportamentos destrutivos. Geralmente, "os cães têm tendência para roer, lamber excessivamente ou sujar a casa quando estão ansiosos", explica Josh Snead, o CEO da Rainwalk Pet Insurance; 
  • Ladram ou uivam excessivamente. "Ladrar, choramingar ou uivar excessivamente quando o dono sai de casa", são alguns dos sinais mais óbvios de ansiedade de separação, afirma Melissa M. Brock, uma veterinária; 
  • Ficam irrequietos quando está prestes a sair de casa. Procure sinais de linguagem corporal, como uma sobrancelha franzida, orelhas para trás ou uma cauda arrebitada, aconselha Alexandra Bassett; 
  • Babam-se mais (ou ficam mais ofegantes) do que o normal. "Baba excessiva, respiração ofegante ou salivação [ou] aumento da frequência cardíaca e respiratória", são alguns dos sinais físicos mais comuns de ansiedade de separação, revela Lindsay Butzer, outra veterinária; 
  • Fazem as suas necessidades dentro de casa, mesmo quando estão treinados para não o fazer, alerta Melissa M. Brock; 
  • Começam a automutilar-se. Por exemplo, em casos mais sérios, os cães podem começar a "lamber-se ou a morder-se excessivamente, causando lesões cutâneas". 

Leia Também: É provável que esteja a cometer um erro quando passeia o cão. Saiba qual

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório