Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
24º
MIN 12º MÁX 24º

Prever cancro sete anos antes? Novo estudo aponta caminho

Um estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido, sugere que a solução está em proteínas no sangue que podem dar esse alerta.

Prever cancro sete anos antes? Novo estudo aponta caminho
Notícias ao Minuto

10:43 - 16/05/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Cancro

Segundo um estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido, publicado na revista Nature Communications, é possível prever o aparecimento de um cancro sete anos antes com recurso a uma análise de proteínas de sangue.

A investigação analisou amostras de sangue do Biobank de mais de 44 mil pessoas. Desse total, mais de 4.900 já tinham sido diagnosticados com cancro. Foram comparadas proteínas e identificadas 618 que estão ligadas a diversos tipos de cancro, como do cólon, pulmão ou fígado.

Leia Também: Elixir oral pode vir a detetar cancro do estômago de forma precoce

Foram ainda descobertas 107 proteínas associadas a algum tipo de cancro diagnosticado sete anos após a recolha das amostras e 182 proteínas cuja doença foi descoberta três anos depois da recolha.

"Para salvar mais vidas, precisamos entender melhor o que acontece nos estágios iniciais da doença e como as proteínas do nosso sangue podem afetar o risco de cancro. Agora precisamos de estudar essas proteínas em profundidade para ver quais delas poderiam ser usadas de forma confiável para prevenção", revela Keren Papier, um dos principais autores do estudo ao The Guardian.

Segundo dados da Liga Portuguesa Contra o Cancro, o cancro da mama é um dos mais comuns entre as mulheres em Portugal. Chegam a ser detetados sete mil casos todos os anos no país.

Leia Também: Melanoma. Pare de acreditar nestes cinco mitos sobre cancro da pele

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório