Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 21º

O hábito comum que pode prejudicar a vida sexual dos homens

O médico Jeff Foster revela como é que o pénis pode vir a sofrer consequências devido à má postura que tem ao longo do dia.

O hábito comum que pode prejudicar a vida sexual dos homens
Notícias ao Minuto

10:19 - 17/04/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Relações

Pensava que as costas eram a única coisa que poderia sofrer consequência devido à má postura? A verdade é que a vida sexual dos homens também pode estar em causa devido a este mau hábito.

O jornal Metro falou com o médico Jeff Foster, especialista em saúde masculina, que revelou alguns dos efeitos que a má postura podem ter nos homens.

Leia Também: A primavera é 'afrodisíaca' e há uma explicação muito simples

"A má postura revela-se com os ombros arredondados, costas curvadas e até mesmo a cabeça ligeiramente inclinada para frente ou para trás. A má postura pode fazer com que os músculos da zona pélvica fiquem mais tensos e fracos", explica o médico.

Aqui é que está o problema para o caso dos homens. "Ter estes músculos tensos pode significar que não são tão fortes, o que pode reduzir a resistência sexual, com ereções mais fracas, e até mesmo uma ejaculação mais fraca. No geral, pode significar um orgasmo também mais fraco."

Entre outros dos problemas pode estar a perda de urina, dor quando vai à casa de banho e pressão na zona do pénis e testículos.

Deixa ainda uma sugestão para evitar problemas de postura. "Ao sentar-se na secretária, certifique-se que o ecrã esteja na altura dos olhos, que seus pés estão apoiados no chão e que antebraços estejam confortavelmente apoiados na mesa."

Leia Também: "Dificuldade em atingir o orgasmo não afeta apenas as mulheres"

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório