Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Lisboa. Os pães da Lully 1661 já saem quentinhos e estaladiços no Beato

A nova padaria artesanal da capital tem pão, bolos, croissants, café e muitas delícias de inspiração barroca.

Notícias ao Minuto

07:09 - 06/12/23 por Ana Rita Rebelo

Lifestyle Comida

Quem costuma frequentar a zona do Beato, em Lisboa, tem agora mais um motivo para regressar. O número 12 da Rua do Grilo tem um novo inquilino. Chama-se Lully 1661 e é uma nova padaria artesanal com inspiração barroca, que apresenta uma grande fornada de boulangerie, viennoiserie e pâtisserie artesanal, feita diariamente.

"Poucas coisas são tão aconchegantes quanto um pão recém-saído do forno, com a crocância e  a maciez perfeitas. É exatamente esta sensação que queremos proporcionar aos nossos clientes", diz Alain Savouré, CEO da Lully 1661, que tem a seu lado os amigos Yann Lombard-Platet, diretor de marketing, e Franck, a cargo do departamento financeiro. E, continua: "Não queremos ser apenas mais uma padaria artesanal da moda ou instagramável. Queremos ser a padaria do bairro que tem boa comida, com oferta para todos. Por isso, assumimos um compromisso absoluto com a qualidade, sobretudo aqui, em Portugal, onde bem sabemos que o pão é um produto querido dos locais".

Com um nome inspirado no compositor, músico e dançarino Jean-Baptiste Lully, o espaço tem como maior particularidade o forno do pão. E por falar em pão, a Lully 1661 propõe uma enorme variedade: há desde uma uma baguete - 'La Flute' - com um metro de comprimento, ao 'Paillard', um pão com 4,5 quilos que os fundadores da padaria assim batizaram por essa ser a alcunha que Molière (o 'Shakespeare Francês', como alguns lhe chamam) deu ao seu amigo Jean-Baptiste Lully. Este último é vendido em várias versões: clássica (7€), com sementes (8€) ou frutos secos (8€).

Leia Também: Villa Medici. Das pastas aos risotos, o novo italiano de Lisboa tem tudo

Algumas das receitas da padaria são feitas com massa fermentada 100% biológica, nomeadamente os pães e a chamada viennoiserie. As dos pães seguem as regras das tradicionais francesas, com massa natural e sal cinzento não refinado. A massa é trabalhada delicadamente e passa por um longo processo de fermentação, que permite o desenvolvimento dos sabores e texturas.

O trigo biológico que a padaria utiliza é moído na pedra, como manda a tradição, e várias das farinhas  utilizadas são importadas diretamente da região de Mâconnais, em França, duas vezes por mês. 

Pode visitar a Lully 1661 de terça-feira a sábado, das oito às 19 horas. "Estamos confiantes de que, quem se atrever a provar os nossos produtos, voltará a visitar-nos muitas vezes", acredita o CEO da padaria.

Veja as imagens na fotogaleria acima e tente não salivar.

Leia Também: Fãs de bowls: As novidades da Poke House são bem quentinhas

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório