Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Não é desta que nos livramos da Covid longa. Cientistas fazem descoberta

Ao que parece, a condição provoca danos duradouros às mitocôndrias das células.

Não é desta que nos livramos da Covid longa. Cientistas fazem descoberta
Notícias ao Minuto

21:33 - 27/11/23 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Coronavírus

Um grupo de especialistas do consórcio Covid-19 International Research Team (que reúne peritos dos Estados Unidos, Coreia do Sul, Dinamarca, Paraguai e Brasil) acredita que há mais um problema provocado pela Covid-19 longa. Ao que parece, segundo um artigo publicado na revista Science Translational Medicine, esta condição provoca danos duradouros às mitocôndrias, peças que existem no interior de todas as células do corpo humano e que funcionam como uma espécie de 'pilhas' que permitem gerar energia para todo o organismo.

Para perceberem como a infeção por SARS-CoV-2 afeta as mitocôndrias, os cientistas realizaram alguns testes em animais e humanos. Foi assim que descobriram que a Covid-19 elimina determinados genes mitocondriais. 

Leia Também: Covid-19. Jamais ignore este sintoma raro e inesperado na língua

Numa primeira fase, o vírus altera a produção de energia dentro da célula e desorganiza a ativação do sistema imunitário. Para continuar a funcionar, a célula passa a produzir energia por uma via alternativa, a glicólise. Porém, essas novas moléculas são 'roubadas' e usadas pelo patógeno da Covid-19 como fonte de energia. Depois, com mais vírus, a resposta inflamatória celular aumenta e a tendência é que o doente desenvolva formas graves da doença.

"A disfunção mitocondrial provocada pelo SARS-CoV-2 mantém-se conservada, mesmo quando o vírus é eliminado" do organismo, afirma Pedro Moraes Vieira, professor do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas, no Brasil, e um dos autores do estudo, em declarações à Agência Fapesp.

Leia Também: Covid-19. Perdeu o olfato e o paladar? Há nova esperança

Quando a inibição do gene mitocondrial parou de ocorrer nos pulmões, o primeiro alvo da doença, os cientistas constataram que as mitocôndrias ainda funcionavam de forma irregular noutras partes do corpo, como coração, rim, fígado e gânglios linfáticos.

O que fazer se apresentar sintomas de Covid-19:

Mantenha a calma e evite deslocar-se aos hospitais. Fique em casa e ligue para o SNS 24 (808 24 24 24). Escolha a opção 1 (para outros sintomas deve escolher a opção 2) ou 112 se for emergência médica. Siga todas as orientações dadas e evite estar próximo de pessoas, mantendo uma distância de, pelo menos, dois metros.

Leia Também: JN.1. Sintomas comuns da nova subvariante da Covid (que já chegou cá)

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório