Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

Más notícias para quem está sempre com o nariz gelado

Investigadores norte-americanos encontram o motivo pelo qual ficamos mais doentes nos meses frios. E não é tão óbvio como julga.

Más notícias para quem está sempre com o nariz gelado
Notícias ao Minuto

08:25 - 07/12/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde

Mistério resolvido. Segundo cientistas do hospital Mass Eye and Ear e da Northeastern University,  nos Estados Unidos, há uma razão biológica que faz com que as pessoas adoeçam mais facilmente durante o outono e o inverno. De acordo com um estudo, publicado na revista científica The Journal of Allergy and Clinical Immunology, o ar frio danifica a resposta imune das células presentes no nariz, que deveria impedir a replicação de vírus e bactérias que entram pela narinas.

Leia Também: Dor ginecológica. Quando é que devemos procurar uma 2.ª opinião médica?

"Pensava-se que a época de gripes e constipações ocorria nos meses mais frios porque as pessoas ficavam mais tempo em ambientes fechados, onde os vírus transmitidos pelo ar poderiam disseminar-se mais facilmente", explica Benjamin S. Bleier, investigador do Mass Eye and Ear e um dos autores do estudo, em comunicado. No entanto, o estudo aponta para "uma causa biológica para a variação sazonal nas infecções virais respiratórias superiores que vemos a cada ano".

Para perceberem a resposta do sistema imunitário, os cientistas analisaram células e amostras de tecido recolhidas do nariz que foram expostas a três ameaças: um tipo de coronavírus e dois rinovírus (responsáveis pelas constipações e ataques de asma). Esta exposição foi repetida em inúmeras temperaturas.

As células, que acabariam por ser infetadas, foram expostas a uma temperatura de 4,4ºC durante 15 minutos. A quantidade de vesículas extracelulares (partículas formadas por uma camada lipídica e emitidas pela maioria das células vivas) secretadas pelas células nasais diminuiu em quase 42% e as proteínas antivirais eram menos eficazes.

Os investigadores explicam que diminuir a temperatura interna do nariz em até 5ºC, como acontece quando saímos de casa num dia frio, pode matar quase 50% dessa resposta imune. Por esta lógica, uma pequena quebra da temperatura seria suficiente para comprometer metade da imunidade de um indivíduo. 

Leia Também: Enfarte. Sinal de alerta precoce surge "meses antes", diz médico

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório