Meteorologia

  • 07 OUTUBRO 2022
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 30º

Perturbações na tiroide veem-se nas unhas? Sinais que não deve ignorar

Anote!

Perturbações na tiroide veem-se nas unhas? Sinais que não deve ignorar
Notícias ao Minuto

17:00 - 17/08/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde

As suas unhas estão frágeis? Partem-se facilmente? Estes sintomas podem ser 'pistas' de um possível problema.

Precisa de exemplos? O jornal Metrópoles identificou cinco sinais de alarme a que deve estar atento. Tome nota:

1- Coiloníquia 

A unha ganha uma forma semelhante à de uma colher, torna-se fina e frágil. Este sintoma não é exclusivo das perturbações na tiroide, podendo acometer doentes com psoríase, anemia e diabetes. Em todo o caso, deve consultar um médico.

2- Unhas frágeis e quebradiças

Em entrevista ao jornal The Sun, a dermatologista norte-americana Andrea Suarez refere que 22% destes casos estão associados a doenças autoimunes da tireoide e outros 14% a condições que atingem a glândula. A fragilidade, por sua vez, está relacionada com 70% de todas as perturbações na tireoide.

Unhas frágeis e quebradiças são mais frequentes em quem sofre de hipotireoidismo, uma vez que a circulação de sangue nos dedos diminui para preservar a temperatura corporal.

3- Crescimento lento

As unhas crescem cerca de três milímetros e meio por mês. Quando isso não acontece pode dever-se a uma baixa produção hormonal da tireoide, que tem efeito no desenvolvimento das unhas. O crescimento lento das unhas também está relacionado com a diminuição da circulação sanguínea nas extremidades das mãos e dos pés. 

4- Fissuras ou rachas

Podem dever-se  a perturbações na tireoide e baixa circulação nas extremidades ou, ainda, hipotireoidismo e outras condições de saúde como alopecia, eczema e psoríase.

5- Manchas brancas

Ao aparecimento de manchas ou linhas brancas nas unhas dá-se o nome de leuconíquia, uma condição rara e geralmente inofensiva. É causada por pequenos traumas na unha e pode ser o resultado de deficiências nutricionais, infeções, doenças metabólicas, doenças sistémicas ou efeitos secundários de medicamentos.

Leia Também: Nódulo na tiroide. O que é e quais os sintomas que requerem ajuda médica

Recorde-se que a tiroide é uma pequena glândula endócrina com cerca de cinco centímetros de diâmetro, localizada na face anterior do pescoço, por baixo da maçã de Adão que, apesar de discreta, tem uma função essencial para o corpo humano: regula a produção de energia, de calor, de batimentos cardíacos e até o bom funcionamento do intestino.

Por outro lado, as complicações no seu funcionamento podem estar na origem de muitos sintomas inexplicáveis, mas com graves consequências para a saúde.

De um modo geral, as patologias da tiroide são mais comuns nas mulheres, pode ler-se num artigo da CUF. "As principais são: bócio, presença de nódulos, hipertiroidismo, hipotiroidismo e as doenças autoimunes, como a doença de graves e a tiroidite de Hashimoto, que resultam da produção de anticorpos que podem estimular ou destruir a glândula", diz. 

Leia Também: Unhas amarelas: O que é que significam?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório