Meteorologia

  • 06 OUTUBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 30º

O que precisa de saber sobre as dores de cabeça após Covid-19

Especialista diz quais são os fatores que o deixam mais em risco de vir a sofrer deste problema e as melhores formas de o tratar.

O que precisa de saber sobre as dores de cabeça após Covid-19
Notícias ao Minuto

11:30 - 16/08/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Covid-19

Existem muitos sintomas de Covid-19 que continuam a manifestar-se (dias ou meses) após a infeção e um dos mais comuns são as dores de cabeça, diz o Lifehacker. O blogue falou com uma neurologista para conseguir esclarecer algumas dúvidas relacionadas com este problema. 

Joy Mitra, médica no Hospital Houston Methodist, nos Estados Unidos, afirma que as dores de cabeça, provocadas pelo vírus, podem ter variadas formas, intensidades e duração. 

Além disto, a especialista diz que o coronavírus piora, significativamente, as dores de cabeça de quem já sofria do problema anteriormente. Acrescentando que são, no geral, estas as pessoas que sentem as dores mais intensas e durante mais tempo - alguns casos chegam aos seis meses após um teste negativo.

Leia Também: Nova geração de vacina, direcionada à Ómicron, aprovada no Reino Unido

Também é possível que problemas de saúde crónicos como hipertensão, aumentem as hipóteses de se vir a sofrer de dores de cabeça, após a infeção. 

A médica dá ainda algumas recomendações para lidar com a situação. Para atenuar as dores de cabeça deve fazer uma alimentação saudável, dormir bem, manter-se hidratado e tentar evitar o stress. 

Já quando se fala de dores particularmente intensas e frequentes, a neurologista diz que o mais provável é que a solução passe por medicação e, nesse caso, é melhor procurar acompanhamento médico. Assim conseguirá saber qual é o tratamento mais eficaz. 

O que fazer se apresentar sintomas de Covid-19:

Mantenha a calma e evite deslocar-se aos hospitais. Fique em casa e ligue para o SNS 24 (808 24 24 24). Escolha a opção 1 (para outros sintomas deve escolher a opção 2) ou 112 se for emergência médica. Siga todas as orientações dadas e evite estar próximo de pessoas, mantendo uma distância de, pelo menos, dois metros.

Leia Também: Covid-19. O isolamento continua a ser a melhor forma de prevenir contágio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório