Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

Novo vírus de origem animal detetado na China. Devo preocupar-me?

Chama-se Langya e já infetou, pelo menos, 35 pessoas na China. Saiba quais os sintomas.

Novo vírus de origem animal detetado na China. Devo preocupar-me?
Notícias ao Minuto

14:55 - 10/08/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Doenças

A descoberta de um novo vírus na China faz soar os alarmes no mundo. Chama-se Langya henipavirus (LayV) e trata-se de um vírus do género Henipavírus que é conhecido por provocar surtos de infeções altamente fatais em humanos. 

Entre 2018 e 2021, infetou, pelo menos, 35 pessoas na China. Contudo, só agora é que estes casos vieram a público, num estudo desenvolvido por cientistas da China e de Singapura, publicado na revista The New England Journal of Medicine. Febre (100%), fadiga (54%), tosse (50%), dor de cabeça (35%) e vómitos (35%) são apontados com os principais sintomas.

Os cientistas apontam também para um mau funcionamento do fígado (35%) e dos rins (8%). Ainda assim, sublinham o facto de não terem sido registados óbitos relacionados com o vírus, que os especialistas acreditam que tem origem animal.

Para já, não são conhecidos sinais transmissão entre pessoas, nem casos no Ocidente. "Até agora, "a transmissão ocorreu do animal para o homem, não havendo provas de casos de transmissão de pessoa para pessoa", indicam os cientistas. Ainda assim, ressalvem que, no caso do Hendra e do Nipah, estudos anteriores sugerem que "este tipo de contágio não está descartado".

Leia Também: Linhagem BA.5 da variante Ómicron responsável por 97% das infeções

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório