Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

Monkeypox: Como se transmite de animais para pessoas

É a forma de contágio mais comum.

Monkeypox: Como se transmite de animais para pessoas
Notícias ao Minuto

07:45 - 24/05/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Vírus Monkeypox

Portugal contabilizava, até esta segunda-feira, 37 casos de Monkeypox confirmados em laboratório, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA). De acordo com a Direção-Geral da Saúde, os casos estão distribuídos pelas regiões de Lisboa e Vale do Tejo, Norte e Algarve. Os doentes estão "estáveis e em ambulatório".

O contato de animais para pessoas é uma via comum de fácil transmissão. A CUF explica que pode pode dar-se pelo contacto com animais infetados, como roedores (por exemplo, ratos e esquilos) e macacos, através de:

  • Mordidas;
  • Arranhões;
  • Contacto direto com fluidos corporais, como sangue;
  • Contacto indireto com material da lesão (por exemplo, através da roupa da cama);
  • Preparação de carne de animais selvagens;
  • Ingestão de carne que não esteja completamente bem passada de um animal infetado;
  • Contacto, por exemplo, com a pele ou pelo de um animal infetado.

A rede portuguesa de hospitais refere ainda que o vírus pode entrar no nosso corpo através de:

  • Fissuras na pele, mesmo que estas não sejam visíveis aos nossos olhos;
  • Trato respiratório;
  • Olhos, nariz e boca.

Recorde-se que Portugal anunciou, na segunda-feira, que é o primeiro país a identificar a sequência genética do vírus Monkeypox, atualmente em circulação não só em Portugal, mas também no Reino Unido, Espanha, Suécia, Bélgica e Estados Unidos da América. "A descoberta poderá ser fundamental para compreender a origem do surto e as causas para a rápida disseminação da doença", refere o INSA, num comunicado enviado às redações. 

Uma equipa de especialistas do seu Núcleo de Genómica e Bioinformática identificou a sequência genética deste vírus e partilhou-a com a comunidade científica internacional, "o que poderá contribuir para uma mais rápida e efetiva compreensão deste fenómeno", pode ler-se.

O vírus Monkeypox foi descoberto pela primeira vez em 1958 quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em colónias de macacos mantidos para investigação, refere o portal do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

O primeiro caso humano de infeção com o vírus Monkeypox foi registado em 1970 na República Democrática do Congo, durante um período de esforços redobrados para erradicar a varíola. Desde então, vários países da África Central e Ocidental reportaram casos.

Apesar de a doença não requerer uma terapêutica específica, a vacina contra a varíola, antivirais e a imunoglobulina vaccinia (VIG) podem ser usados como prevenção e tratamento para a Monkeypox.

Leia Também: "Controlável". OMS sem evidências de que vírus Monkeypox sofreu mutações

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório