Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Comprimido da Merck contra a Covid-19 é menos eficaz do que se pensava

O anúncio foi feito pela própria empresa.

Comprimido da Merck contra a Covid-19 é menos eficaz do que se pensava

A Merck anunciou, esta sexta-feira, que os dados mais recentes sobre a eficácia do seu medicamento antiviral contra a Covid-19 apontam para uma menor eficácia (30%) na redução do risco de hospitalização e mortes, revela a agência Reuters.

O dados provisórios, avançados em outubro,  apontavam para uma eficácia na ordem dos 50%, com base em 775 doentes. Na altura, a Merck avançava que 7,3% dos que haviam recebido molnupiravir duas vezes ao dia durante cinco dias tinham sido hospitalizados e nenhum morreu 29 dias após o tratamento, em comparação com uma taxa de 14,1% para os participantes com placebo.

Nos dados atualizados, 6,8% dos que receberam molnupiravir foram hospitalizados e uma pessoa morreu. Já o grupo de placebo teve uma taxa de hospitalização de 9,7%. Para obter a taxa atualizada, a farmacêutica consultou dados de 1400 pessoas. 

A Merck entrou com um pedido de autorização do molnupiravir nos Estados Unidos em 11 de outubro, após os dados provisórios. 

Leia Também: Bélgica tem primeiro caso na Europa de nova variante da Covid-19

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório