Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Investigadores criam moléculas capazes de neutralizar coronavírus

Peptídeos ligam-se ao recetor ACE2 antes da proteína espícula (também conhecida como proteína 'spike'), usada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 para infetar o hospedeiro.

Investigadores criam moléculas capazes de neutralizar coronavírus

Investigadores da Universidade de Toronto, no Canadá, desenvolveram réplicas de peptídeos, denominadas peptidomiméticos, que neutralizaram o coronavírus e detetaram a presença da infeção em culturas de células humanas, reporta um artigo publicado pela revista Galileu. 

Os peptidomiméticos identificados que integram o grupo dos D-peptídeos, foram criados  com o intuito de simularem a proteína espícula, utilizada pelo SARS-CoV-2 para se fixar no recetor ACE2 - uma substância que vive na superfície de várias células do corpo humano.

No decorrer do estudo, as moléculas desenvolvidas pelos cientistas conseguiram ligar-se a esse recetor antes mesmo do próprio coronavírus, impedindo, assim, a instalação da infeção.

De acordo com a pesquisa, explica a Galileu, os D-peptídeos neutralizaram igualmente com uma potência similar a infeção pelas variantes Alpha, Beta e Gama.

Os resultados desta experiência laboratorial foram divulgados no Journal of Medicinal Chemistry

Leia Também: Covid-19. Tratamento com fluvoxamina reduz risco de hospitalização longa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório