Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Úlceras genitais entre os possíveis efeitos secundários das vacinas

Coincidência ou reação adversa?

Úlceras genitais entre os possíveis efeitos secundários das vacinas

Ao que tudo indica, as úlceras genitais poderão vir a ser acrescentadas à lista dos possíveis efeitos secundários da vacina contra a Covid-19, depois de terem sido levantadas suspeitas na revista científica Journal of Pediatric and Adolescent Gynecology.

O The Sun refere que uma jovem de 19 anos terá desenvolvido uma úlcera na vagina após ter sido diagnosticada com Covid-19. A adolescente queixava-se de tosse, dor de garganta, febre e irritações na pele e, por isso, ter-se-á deslocado a um hospital no Colorado, onde testou positivo ao novo coronavírus. Horas depois, foi-lhe dada alta médica.

Citando médicos norte-americanos, o tabloide britânico refere a adolescente regressou ao hospital e que, além de febre, fadiga e dores musculares, apresentava "feridas" na zona vaginal que a impediam de andar. A jovem não era sexualmente ativa e tinha recebido a segunda dose da vacina Pfizer, escreve o jornal, acrescentando, porém, que o caso é considerado raro.

A presença de úlceras genitais em mulheres não sexualmente ativas pode resultar muitas vezes no diagnóstico prematuro de herpes genital. No entanto, a jovem foi diagnosticada com úlcera de Lipschütz. 

Leia Também: Covid-19: Descoberto marcador biológico que antecipa prognóstico

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório