Meteorologia

  • 06 MAIO 2021
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Estudo investiga prevalência de sintomas em crianças com imunodeficiência

Segundo o novo estudo, crianças com o sistema imunitário enfraquecido não têm um maior risco de infeção grave de Covid-19.

Estudo investiga prevalência de sintomas em crianças com imunodeficiência

De acordo com um novo estudo, realizado por investigadores de Southampton e publicado no BMJ Open, crianças com o sistema imunitário enfraquecido não apresentam um risco maior de desenvolver infeção Covid-19 grave, apesar de terem sintomas comuns.

Durante um período de 16 semanas, os investigadores realizaram um estudo observacional com cerca de 1.500 crianças com  imunodeficiência. Os resultados mostraram que os sintomas da infeção eram comuns em muitas das crianças - com mais de dois terços dos participantes a relatar pelo menos um sintoma e um terço três ou mais sintomas simultaneamente. 

"Embora não possamos ter certeza da prevalência de Covid-19 entre as crianças que participaram, porque o teste só foi feito quando os pacientes foram admitidos e essas crianças foram instruídas a aderir a medidas de proteção rígidas, podemos presumir que quaisquer infeções teriam sido casos leves, uma vez que nenhum desses pacientes de alto risco precisou de internamento hospitalar", explicou o líder da pesquisa, Hans de Graaf, da Universidade de Southampton.

Este estudo foi o primeiro a observar o impacto da pandemia em crianças com sistema imunológico comprometido.

Leia Também: Variante detetada no Reino Unido é 45% mais contagiosa, diz estudo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório