Meteorologia

  • 09 MAIO 2021
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

Perder parceiro pode ser prejudicial para a saúde e levar à morte

A síndrome do 'coração partido' é uma condição médica documentada, que consiste num tipo de cardiomiopatia provocada por stress e ansiedade extremos.

Perder parceiro pode ser prejudicial para a saúde e levar à morte
Notícias ao Minuto

18:00 - 13/04/21 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Síndrome do coração partido

A enigmática síndrome ocorre quando o coração é assoberbado por um stress agudo repentino, resultando no enfraquecimento do ventrículo esquerdo. Tal, faz com que ao invés de se contrair na sua forma normal de flecha, o ventrículo esquerdo pare de funcionar, desenvolvendo um formato mais arredondado, similar a um pote, explica um artigo publicado no site da CNN.

Esta condição foi identificada pela primeira vez em 1990, no Japão. Na altura, para os investigadores um 'coração partido' assemelhava-se de tal modo com uma armadilha de polvo japonesa denominada takotsubo, que a doença começou a ser chamada de cardiomiopatia de Takotsubo.

De acordo com o cardiologista e escritor norte-americano Sandeep Jauhar: "o coração realmente muda de forma em resposta a uma perturbação emocional aguda, como após o rompimento de um relacionamento romântico ou a morte de um ente querido". 

Todavia, na grande generalidade dos casos, quando o stress emocional agudo esvanece, o coração recupera e volta à sua forma normal.

Leia Também: Viver em silêncio. Entenda como a solidão afeta e 'estraga' o cérebro

"Mas tive pacientes que desenvolveram insuficiência cardíaca congestiva aguda, arritmias com risco de vida, e até morte por essa condição", partilhou Jauhar.

"Acho que é o exemplo mais claro de como as nossas vidas emocionais afetam diretamente os nossos corações". 

A síndrome do 'coração partido' afeta mais comummente as mulheres, nomeadamente em 90% dos casos, pessoas com historial de problemas neurológicos, como convulsões e que sofrem de problemas de saúde mental.

'Efeito viuvez': Entenda

Adicionalmente, e segundo a CNN, vários estudos apontam que existe outra realidade médica que pode surgir associada ao término de uma relação de longa data.

"O aumento da probabilidade de uma pessoa viúva recentemente morrer – muitas vezes chamada de ‘efeito da viuvez’ – é um dos exemplos mais bem documentados do efeito das relações sociais na saúde", escreveram os investigadores Nicholas Christakis, diretor do Laboratório da Natureza Humana na Universidade de Yale, e Felix Elwert, professor de sociologia da Universidade de Wisconsin, ambas as instituições nos Estados Unidos, num estudo publicado em 2008.

A probabilidade de um idoso morrer vítima de qualquer causa aumenta entre 30% e 90% nos primeiros três meses após a morte do cônjuge e decresce para aproximadamente 15% nos meses seguintes.

O 'efeito da viuvez' foi documentado em todas as faixas etárias e raças ao redor do mundo.

Leia Também: Conclusões do estudo definitivo sobre felicidade

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório