Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2020
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Miguel Vieira fecha 2º dia do Portugal Fashion que voltará com mais força

Uma coleção em tons de rosa, azul e beije do 'designer' Miguel Vieira encerra hoje o segundo dia do Portugal Fashion, um evento que promete regressar em março "com mais força", avançou à Lusa diretora do evento, Mónica Neto.

Miguel Vieira fecha 2º dia do Portugal Fashion que voltará com mais força
Notícias ao Minuto

20:50 - 16/10/20 por Lusa

Lifestyle Portuhal Fashion

O primeiro dia do Portugal Fashion correu "muito bem" e foi uma "prova superada" e, por isso mesmo, Mónica Neto prometeu que em março de 2021 a 48.ª edição do PF vai "voltar com mais força".

"Vamos precisar de fazer um balanço destes três dias [...] que estão bastantes diferentes em termos de comunicação e de organização. É óbvio que também vamos precisar de auscultar as marcas e os 'designers' envolvidos para perceber o que é que todos retiramos daqui de lição para prosseguir, mas acreditamos que certamente levamos desta edição uma mensagem de esperança em relação a um futuro muito profissionalizado da moda de autor. [...] A pandemia trouxe dificuldades, mas também pôs a nu dificuldades que já existiam e que precisavam novas estratégias para serem resolvidas e acho, acima de tudo, que em março vamos voltar com mais força", declarou numa entrevista à agência Lusa.

As coleções de moda de autor no segundo dia da 47.ª edição do Portugal Fashion foram apresentadas ora em formado vídeo ora com a presença física de modelos a vestir as peças, mas apenas com a possibilidade da presença do público profissional, designadamente jornalistas ou empresários do setor têxtil e da moda.

O segundo dia do Portugal Fashion fecha esta noite com a coleção do 'designer' Miguel Vieira, que desenhou uma coleção onde predominam os tons rosa, azul e beije e que são também as cores que serviram para criar três novos 'cocktails' do Café Vogue, entidade com quem realizou uma parceria.

Em entrevista à Lusa, Miguel Vieira assume que, apesar das dificuldades que a covid-19 lançou na moda nacional, está otimista quanto ao futuro e acredita que as pessoas estão ávidas para regressar às festas.

"Tanto o homem, como a mulher estão muito ansiosos para usar o salto alto, usar um vestido, usar um smoking [...]. Tanto o homem como a mulher estão a precisar muito que haja festas, jantares. Eu acredito que isto é um período da nossa vida e que vai estabilizar", declara, revelando que, por essa razão, não pensa muito em fazer roupa para estar em casa confinado.

O 'designer' Miguel Vieira, que esteve com a sua equipa e a empresa em 'lay off' no confinamento, assume que teve dificuldades para concretizar esta nova coleção e para recolocar a "máquina a funcionar", porque não tinha as matérias primas, designadamente tecidos, botões, fecho.

Miguel Vieira diz que depende em mais de 90% do estrangeiro para ter matérias primas e que estas tardaram em chegar, mas que tudo foi superado a tempo para o recente desfile na semana da moda de homem em Milão e para o Portugal Fashion.

Outro dos destaques na moda nacional que o Portugal Fashion trouxe para o segundo dia do evento foi a coleção de Susana Bettencourt que apresentou esta manhã ao ar livre uma coleção de 'prêt-à-porter' criada "antes da pandemia" e que estava acabada para a edição de março passado.

Em entrevista à Lusa, a 'designer' contou que a "grande inspiração, curiosamente, foi a azáfama, a correria, o aceleramento" a que as pessoas têm sido "obrigadas a viver", explicando que trouxe à 47.ª edição do Portugal Fashion "peças vestíveis" e "comerciais", onde tentou ir buscar elementos que provocassem "stress e confusão" às pessoas.

A criadora de moda de autor revelou que se inspirou na "cidade de Nova Iorque vista de cima", em "labirintos" e "escadas", tendo depois espelhado essas imagens no grafismo da coleção, através de "setas" e "encruzilhadas" nas texturas e nos pontos dos tricôs.

A joalharia portuguesa também esteve em destaque com a Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) a apresentar joias de algumas das marcas portuguesas emergentes, designadamente Mesh, Mel, Tânia Gil, Carolina Rato ou Leitão e Irmão.

A 47.ª edição do Portugal Fashion termina este sábado, abrindo pelas 11:00 com um desfile da dupla Marques'Almeida na praça central do WOW - World of Wine, em Vila Nova de Gaia, e fechando com outra dupla de criadores, a Alves/Gonçalves (20:00).

Ao longo do último dia vai haver lugar para observar as coleções de Alexandra Moura (12:30), Júlio Torcato (14:00), Hugo Costa (15:00), Luís Onofre (18:00),

A 46.ª edição, em março, foi interrompida, no âmbito da prevenção da pandemia de covid-19.

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários, que conta com o apoio dos seus parceiros estratégicos e é cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 -- Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório