Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Estudo da Princeton aponta crianças como 'super-transmissores'

Este é o maior estudo de rastreio por contacto da Covid-19. Amostra contabiliza mais de meio milhão de pessoas na Índia.

Estudo da Princeton aponta crianças como 'super-transmissores'

Um estudo publicado esta quarta-feira, na Science, que contabilizou mais de meio milhão de pessoas na Índia que foram expostas ao SARS-CoV-2, vírus responsável pela Covid-19, sugere que a propagação contínua do vírus é impulsionada apenas por uma pequena percentagem dos infetados.

A acrescentar, descobriu-se que crianças e adultos jovens são muito mais importantes para a transmissão do vírus - especialmente dentro de casa - do que estudos anteriores identificaram. 

Os investigadores do Princeton Environmental Institute (PEI), da Johns Hopkins University e da University of California, Berkeley, trabalharam com funcionários de saúde pública nos estados do sudeste da Índia de Tamil Nadu e Andhra Pradesh para rastrear as vias de infeção e a taxa de mortalidade de 575.071 indivíduos que foram expostos a 84.965 casos confirmados de Covid-19.

Este é o maior estudo de rastreio por contacto - que é o processo de identificação de pessoas que entraram em contacto com uma pessoa infetada.

A pesquisa revelou que 71% dos indivíduos infetados não infetaram nenhum dos seus contactos, enquanto que apenas 8% dos indivíduos infetados representaram 60% das novas infeções.

“O nosso estudo apresenta a maior demonstração empírica de super-transmissão que conhecemos em qualquer doença infecciosa”, disse o investigador Ramanan Laxminarayan. “Os eventos de super-transmissão são a regra e não a exceção quando se olha para a disseminação da Covid-19, tanto na Índia quanto, provavelmente, em todos os lugares afetados".

Os investigadores descobriram também que a probabilidade de uma pessoa com coronavírus, independentemente da sua idade, transmiti-lo a um contato próximo variou de 2,6% na comunidade a 9% no domicílio. A acrescentar, crianças e adultos jovens - que constituíram um terço dos casos de Covid-19 - foram especialmente importantes para a transmissão do vírus nas populações estudadas.

“As crianças são transmissores muito eficientes neste ambiente, o que não foi firmemente estabelecido em estudos anteriores”, argumenta Laxminarayan

Crianças e jovens adultos têm muito mais probabilidade de contrair o novo coronavírus de pessoas da sua idade, descobriu o estudo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório