Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Brinde à ciência! Investigadores julgam ter encontrado cura para ressaca

Investigadores na Finlândia descobriram que o aminoácido L-cisteína pode ser útil após uma noite de excessos.

Brinde à ciência! Investigadores julgam ter encontrado cura para ressaca

Num estudo publicado esta terça-feira no jornal Alcohol and Alcoholism, investigadores da University of Helsinki e da University of Eastern Finland descobriram que o aminoácido L-cisteína era capaz de aliviar condições associadas a consumo de álcool, como náuseas, dor de cabeça, stress e ansiedade.

Na pesquisa, que contou com a participação de 19 homens e de um grupo de controlo que tomou placebo, os investigadores examinaram os efeitos de doses de 1200 mg e 600 mg de L-cisteína.

Os voluntários foram solicitados a consumir álcool por um período de três horas e, em seguida, tomar um placebo ou o comprimido de L-cisteína

De acordo com os resultados do estudo,a L-cisteína reduziu ou eliminou os sintomas de ressaca. O stress e a ansiedade parecem ter sido controlados com a dose menor, enquanto que os resultados para a náusea e dor de cabeça foram aparentes com a dose de 1200 mg.

A L-cisteína é um aminoácido importante para a produção de proteínas e outras funções metabólicas. Foi usada anteriormente para ajudar a tratar a artrite e o endurecimento das artérias.

Note que o estudo recebeu financiamento da Catapult Cat Oy, que vende comprimidos de L-cisteína.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório