Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Sono durante o período de férias. SPP faz alerta

Será que lhe damos a devida importância?

Sono durante o período de férias. SPP faz alerta

As férias nem sempre são sinónimo de descanso e essa é uma preocupação da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) que realizou, em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Medicina do Trabalho, um questionário online. 

Neste questionário "ficou demonstrado que 46% dos portugueses dormem menos de 6 horas, 21% dizem que demoram mais de 30 minutos para adormecer, 32% consideram ter um mau sono e 40% reportam dificuldade em manter-se acordados durante a condução e outras atividades diárias. Perante este cenário, e dada a importância do sono como um pilar fundamental da saúde, a SPP alerta para a sua importância também no período de férias", referem em comunicado.

Entre os motivos que levam a que se durma pior nesta estação do ano, estão as temperaturas mais elevadas, a ausência de horários e rotinas e um maior número de distrações noturnas

Com estes dados, a SPP lembra que “existe um aumento de viagens mais longas rumo às férias e antes das quais é fundamental existir um sono reparador, de 7 a 9 horas” e que “a sonolência que está associada a uma má higiene do sono aumenta o risco de acidentes de viação pelo que, existindo qualquer sinal de sonolência ao volante, o melhor é parar e, se necessário, fazer uma sesta de 15 a 20 minutos”.

Se as horas de sono forem regulares, note que a presença de sonolência durante o dia deve ser sempre um sinal de alarme "pois pode ser causada por paragens respiratórias durante o sono, doença que chamamos de apneia do sono. Sabemos que doentes com apneia do sono têm um risco aumentado de 2,5 vezes de acidentes de viação”, dizem. Assim, se ressonar, se sentir sono durante o dia, se tiver episódios de engasgamento/sufocamento durante o sono, pausas respiratórias descritas pelo(a) parceiro(a), diminuição da concentração, irritabilidade, fadiga, perda de memória e até dores de cabeça pela manhã, procure uma consulta de sono para poder excluir a doença - na maioria dos casos, uma polissonografia realizada em casa é suficiente. 

Assim, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia relembra algumas recomendações para uma boa noite de sono:

  • Manter os horários regulares próximo da rotina
  • Evitar os jantares pesados tardios, com álcool
  • Evitar a cafeína próximo da hora de dormir
  • Preparar o quarto e adequar a temperatura (temperaturas muitos quentes prejudicam o sono)
  • Exercício físico regular – sobretudo ao ar livre – aproveitar o bom tempo para uma atividade física que junta o exercício e a exposição a luz solar será o ideal
  • Exposição a luz no início da manhã pode ajudar a regular o ciclo de sono-vigília
  • Evitar a exposição a luz azul a noite (tal como o uso do telemóvel ou videojogos durante o período da noite por crianças e jovens)
  • Dormir 7-8h de sono, para que consiga usufruir das férias da melhor forma possível
  • Evitar dormir com telemóveis ou outros dispositivos móveis na mesa-de-cabeceira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório